quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

NÃO AO MEDO, SIM AO AMOR



"Nego-me a me submeter ao medo que me tira a alegria de minha liberdade, que não me deixa arriscar nada, que me torna pequeno e mesquinho, que me amarra, que não me deixa ser direto e franco, que me persegue, que ocupa negativamente minha imaginação, que sempre pinta visões sombrias.
No entanto não quero levantar barricadas por medo do medo. Eu quero viver, e não quero encerrar-me. Não quero ser amigável por ter medo de ser sincero. Quero pisar firme porque estou seguro e não para encobrir meu medo.
E quando me calo, quero fazê-lo por amor e não por temer as conseqüências de minhas palavras.
Não quero acreditar em algo só pelo medo de não acreditar. Não quero filosofar por medo que algo possa atingir-me de perto.
Não quero dobrar-me, só porque tenho medo de não ser amável. Não quero impor algo aos outros pelo medo de que possam impor algo a mim; por medo de errar, não quero tornar-me inativo. Não quero fugir de volta para o velho, o inaceitável, por medo de não me sentir seguro de novo. Não quero fazer-me de importante porque tenho medo de que senão poderia ser ignorado.
Por convicção e amor, quero fazer o que faço e deixar de fazer o que deixo de fazer.
Do medo quero arrancar o domínio e dá-lo ao amor. E quero crer no reino que existe em mim."
Rudolf Steiner

11 comentários:

Paulo Braccini disse...

não ao medo ... sim ao amor

;-)

António Rosa disse...

assim mesmo... não ao medo e viva o amor.

abraço e bom regresso, Marcelo.

Livinha disse...

"E quando me calo, quero fazê-lo por amor e não por temer as conseqüências de minhas palavras."
Isto chama-se respeito...

O medo é covarde, caronista
da insegurança,
somente em parceria do
orgulho, ele se mostra
poderoso e abrupto, avança!
Não pensa. Imagina, cria,
se envolve, construindo barreira
fria e se aprisiona,
sufocando sua vítima, no poder
que o inflama...
Até que de algum lugar,
surge uma luz e o espanta.
Eis a claridade, dando transparência na força que emana
e a bela silhueta do amor,
se aproxima, despertando o potencial de cada um...

É disso que necessitamos, porque
esta é a razão do viver interessante e pleno em toda a sua manifestação...
Não ao medo, Sim ao amor!!

Lindo texto meu irmão querido
Deus está te abençoando...

Bjss
Ps: Minha postagem está aliada a tua... AMOR!

Bjss

vitória disse...

Parabéns pela escolha do autor e do excerto!
Hoje estava a precisar de ler isto mesmo ;)
Bjs.

Uber Expresso disse...

Muito bom...o medo paralisa... nos deixa estático, parado... se conheça, conheça suas verdades, tenha amor, para dar amor... Marcelo lindo texo... Beijos Roberta

Joicinha disse...

Olá Boa tarde!!!

venho indicar minha nova postagem

"Mudando o mundo através da música"

A música seja na forma de canções, rituais ou de cantigas de ninar, mais do que um artifício
para acalmar as pessoas a musica é um dos componentes indispensável para expressao
do ser humano. E também um importante instrumento para o desenvolvimento das emoçoes.

Confira:

http://souumalongafrase.blogspot.com/2010/02/mudando-o-mundo-pela-musica.html

bj

Joicinha

Daniela Scheifler disse...

Que esse lindo texto! E que bom você de volta, Marcelo!

beijos, beijos!

Nancy Passos disse...

Que assim seja !!!

Bjs,
Nancy

marcelo dalla disse...

Olá, meus queridos!!! Voltei, mas tô de saída novamente. Vou prum sítio no fim de semana fazer um curso de Umbanda. Farei um post sobre isso.

bjos e abraços carinhosos, em retorno pelo carinho de vcs!!!!

Zeca Maurício disse...

Que texto maravilhoso, tudo a ver com o livro que estou lendo, indicado por você.
Forte abraço

VELOSO disse...

VALEU!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...