segunda-feira, 14 de abril de 2014

DICAS ASTRAIS PARA A LUA CHEIA E O ECLIPSE LUNAR DE 15/04/14


Olá, amigos!
Vem aí um eclipse lunar total que poderá ser visto em todo Brasil. Acontecerá na madrugada desta terça-feira (15/04) às 4h43 (horário de Brasília) aos 25 graus do eixo Áries/Libra. Mais detalhes sobre o fenômeno aqui.

Um eclipse Lunar ocorre na Lua Cheia, quando o Sol, a Lua e a Terra estão alinhados. A Lua fica imersa na sombra umbral da Terra, que se interpõe entre o Sol e a Lua.  Os eclipses nos levam a decidir algo, sempre são oportunidades de limpeza. No caso de um eclipse lunar, o passado (Lua), fica eclipsado pelo futuro (Sol).

É bom que não estejamos com a agenda cheia de compromissos. Devemos sempre ter alguma folga para podermos lidar com assuntos que podem emergir. O impulso para a busca de novas soluções e possibilidades com mais consciência, deve nos guiar. Temas e situações latentes podem vir à tona para nos libertar do peso de experiências anteriores. Os condicionamentos lunares ficam mais baixos, temos boa oportunidade para quebrar/abandonar padrões de comportamento, hábitos, apegos, medos e criar algo novo.

Portanto, fiquemos atentos aos assuntos, às ideias ou temas que dominarão nossos pensamentos nos próximos dias. Pode ser um período de extrema clareza, entendimento e expansão da consciência (Sol), quando percebemos uma verdade intrínseca sobre nossas vidas. Ideias, oportunidades e pessoas podem surgir inesperadamente para despertar possibilidades e interesses que estavam adormecidos.

A prioridade vai para atividades mais práticas, racionais e concretas, que nos coloquem em contato com a realidade. Atividades que estimulam as emoções e nossa vida psíquica devem ser evitadas, pois nosso mundo interior já fica naturalmente bastante afetado.

Como o eclipse acontece no eixo dos relacionamentos, pode trazer novas luzes sobre relações e parcerias, sobre a necessidade de levar uma vida compartilhada mais leve. Bom período para quebrar velhos padrões de relacionamento, deixar no passado memórias negativas sobre velhas relações. Isso será melhor percebido por quem nasceu no último decanato de Áries, Libra, Câncer e Caprícórnio, ou por quem tem planetas próximos aos graus em que acontece o eclipse.



Mercúrio e Urano estão em conjunção e reforçam o tema da quebra de velhos padrões. Colocam em pauta a liberdade de pensamento, questionamentos de filosofias caducas, velhos dogmas e paradigmas, ideias retrógradas, valores sociais e morais. Mercúrio e Urano juntos estimulam o pensamento, a mente fica afiada e mais veloz para permitir novos entendimentos e compreensões. Percebemos que não há verdades absolutas!

O céu do período está intenso, com a cruz cardinal entre Marte, Júpiter, Urano e Plutão já a se desenhar. Um céu que nos estimula a sair da zona de conforto para resolver assuntos pendentes. Lá em Minas costumam dizer "sapo pula quando precisa"... essa é a ideia.

O mundo muda a olhos vistos. Há necessidade de transformação da economia mundial, de instituições rígidas e retrógradas, da forma como produzimos energia. Assistimos a exaustão perante a arbitrariedade do poder, as manipulações, a individualidade exacerbada, a negligência, o egoísmo, as ditaduras, as meias verdades, a corrupção... Podemos assistir discussões acaloradas, revoltas, guerras religiosas, disputas de poder e protestos no período. Em pauta também as questões diplomáticas entre países, mudanças de posição, quebra de acordos. 

Como Marte retrógrado está envolvido, recomendo evitar esportes arriscados, excesso de velocidade e atividades que ofereçam risco. Vale buscar terapias que promovem limpeza e equilíbrio energético, como reiki, meditações, passes, massagens. O desejo é de mudar, crescer, transformar, reformar. O período é de instabilidade, inerente a toda mudança. Portanto, quanto mais flexíveis e receptivos estivermos, melhor. É importante cultivarmos serenidade e bom senso para evitar prejuízos.

Vênus segue no sensível Peixes e se harmoniza com Júpiter para ativar a força do feminino nessa história toda. Ambos estão em signos de água e mostram que o caminho é a compaixão, a fé, o companheirismo, os sentimentos refinados. A arte e a espiritualidade nos salvam. Com essa combinação podemos formar poderosas e produtivas uniões, podemos renovar inclusive o pacto que temos conosco, com nossos mais altos ideais.

Já escrevi antes sobre a cruz cardinal em dois artigos, recomendo a leitura aqui e aqui. As dicas diárias pra cada signo estão na UOL.

Sejamos felizes!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

DICAS ASTRAIS PARA A SEMANA DE 07/04/14 - VÊNUS EM PEIXES E MERCÚRIO EM ÁRIES


Olá, amigos!
A Lua começa a crescer em Câncer e com ela cresce o ritmo dos acontecimentos. Ela se desentedeu com Sol e Marte pela manhã e agora segue fora de curso em Câncer pra nos ajudar a baixar a bola da intolerância, da impaciência e da agressividade. Lua em Câncer nos ajuda a cultivar sensibilidade, nos fala que o equilíbrio emocional é a base pra tudo o que pretendermos realizar.

Amanhã bem cedinho, terça-feira, nosso satélite ingressa no festivo Leão e sorri pra Mercúrio. Dia ótimo pra atividades ligadas à comunicação e intercâmbio em geral. Na quarta-feira a Lua sorri pra Urano, Marte e Sol, o dia também promete ser ágil, bom para decisões e iniciativas.

Por falar em iniciativas, o Sol segue em Áries e confronta Marte, que está retrógrado em Libra. O eixo dos relacionamentos está ativado. Cazuza, famoso ariano, dizia que os arianos não batem na porta, arrombam. Áries é assim mesmo, impulsivo. Mas nesses dias quem arrombar a porta de alguém pode ter problemas mais sérios, as consequências podem ser mais drásticas.

Durante essa semana é importante vigiar a hostilidade e as atitudes explosivas, com parceiros, sócios, clientes e colaboradores. O descontrole da agressividade pode ser causado por inseguranças, medo da derrota... mas esse aspecto pega mais pra quem já tem essa tendência de reagir com violência, pra quem acha que o mundo está contra si.

Marte retrógrado em Libra pede que as decisões sejam bem refletidas e que o interesse de todos os envolvidos seja avaliado. O Sol segue em Áries e quer autonomia, movimento, ação. Por isso o desafio de harmonizarmos essas polaridades.  Colocar limites de forma saudável, com educação e diplomacia, porém também com franqueza. Não permitir abusos, cobranças indevidas, vampirismos e tudo o que nos tolha a liberdade, nosso direito mais sagrado. Mas também sem interferir na liberdade do outro, manter o respeito, não reagir com agressividade, nem alimentar conflitos... grandes lições!

MERCÚRIO EM ÁRIES
Mercúrio também ingressa em Áries hoje, a fala ganha agilidade, todos querem manifestar suas próprias opiniões, seus próprios pensamentos. Todos querem expressar sua individualidade. Fica mais fácil falar diretamente, sem rodeios, ir direto ao ponto pra resolver qualquer questão. Mas ao mesmo tempo, vale avaliar se é justificável entrar em discussões e debates.

Muitas vezes quem é franco e diz o que vem à cabeça comete "sincericídios", perde boas oportunidades de ficar calado. Mais uma vez, é preciso redobrar o cuidado com a hostilidade e evitar tomar a frente de conflitos inúteis. Ouvir e aceitar o ponto de vista alheio, aprender a ceder se torna mais desafiador, esse é o grande antídoto pra este posicionamento. Querer provar que está certo é coisa do ego, as conversas não precisam se transformar em disputas de campeonato se soubermos a hora certa de uma retirada estratégica.

De qualquer forma, ganhamos mais coragem para enfrentar desafios intelectuais. Temos um bom período para estudos e aprendizados autodidatas, para cultivarmos autonomia nos estudos. Também funcionamos melhor sob pressão e prazos.

VÊNUS EM PEIXES
A bela Vênus ingressou em Peixes no último dia 5/04, signo onde se exalta e fica mais romântica. Este é um belo posicionamento! Vênus recebe de braços abertos as qualidades e toda a imensidão de Peixes: sensibilidade, inspiração, magia, encantamento, compaixão. Temos agora um excelente período para viver fantasias no amor, provocar situações românticas, criar climas e atmosferas especiais, como um lindo jantar à luz de velas, por exemplo.

A intimidade com o outro, as experiências que envolvem prazer e sensibilidade, ganham ares sagrados.
Nada do que se refere ao amor fica pequeno. Tudo emerge das profundezas, o bom e o ruim também. Anjos e demônios, sonhos e pesadelos, felicidades paradisíacas e sofrimentos do tipo "meu mundo caiu". Claro, quem escolhe somos nós. O amor deve ser compreendido como uma libertação psíquica e espiritual, como uma troca consciente e equilibrada a ser construída com quem partilha os mesmos anseios filosóficos e espirituais. Quem vê outro como uma tábua de salvação pra sua vida pode se dar mal ao embarcar em ilusões.

Com Vênus em Peixes é bom ter cuidado pra não idealizar o outro, ou o amor em si. Criar fantasias tão grandes que ninguém se torna capaz desatisfazê-las. Em contrapartida, a imaginação se torna mais fértil. Temos um grande momento para os artistas e as artes em geral. Reciclamos as energias em momentos de introspecção, que se tornam criativos e produtivos.

Nas finanças, a intuição se torna um poderoso recurso. Mas é bom cuidar pra que os gastos não se tornem caóticos, pra que não haja o descontrole de quem vive nas nuvens. Os dons que envolvem o amor às artes, a sensibilidade e a capoacidade de ler a alma das pessoas podem ser mais valorizados, bem explorados e bem remunerados.

Que Vênus em Peixes nos ajude a passar pelos aspectos intensos e turbulentos de abril. Recomendo a leitura do último artigo sobre a cruz cardinal de Marte, Júpiter, Urano e Plutão aqui.

Aproveito também e faço um convite pros amigos de São Paulo: Nesta quinta-feira faremos o primeiro de  uma série de encontros com meditações xamânicas ao som do tambor para vivenciar as forças planetárias e interpretá-las nos mapas astrológicos dos participantes. O primeiro será com Quíron, quem quiser pode participar de todos ou do que escolher. Serão no Anima Mundhy. Veja com mais detalhes aqui.

As dicas pra cada signo estão na UOL.
Sejamos felizes!



quarta-feira, 2 de abril de 2014

OSHO FALA SOBRE A DISCIPLINA


Olá amigos!
Confesso que sempre tive dificuldades em relação ao que chamam de disciplina. É quase impossível manter um esquema de perseverança, ritmo e constância a respeito de algo que não nos estimula, que não nos inspira ou entusiasma. Pra mim, a disciplina é conseqência da motivação que vem do coração. No texto que compartilho a seguir, Osho nos trás um conceito novo, mais lúcido e abrangente sobre a disciplina. Muito esclarecedor! Vamos a ele:

"Disciplina é uma bela palavra, mas, assim como, no passado, o foram todas as belas palavras, ela tem sido mal empregada. A palavra disciplina tem a mesma raiz da palavra discípulo - o significado da raiz é “processo de aprendizagem”. Aquele que se mostra disposto a aprender é um discípulo, e a atitude de estar disposto a aprender é disciplina.

A pessoa douta nunca está disposta a aprender, pois acha que já sabe muito; ela se mantém muito centrada no que chama de conhecimento. Seu conhecimento não é nada senão alimento para o ego. Ela não é capaz de ser um discípulo, de se manter sob verdadeira disciplina.

Sócrates disse: “Só sei que nada sei” — esse é o princípio da disciplina. Quando você não sabe nada, claro, claro que lhe sobrevém o desejo intenso de inquirir, explorar, investigar. E, assim que começa a aprender, surge inevitavelmente outro fator: qualquer coisa que você tenha aprendido tem que ser abandonada sempre; em caso contrário, ela se tornará conhecimento, e conhecimento impede a aprendizagem de outras coisas.

O homem realmente disciplinado jamais se prende a nada; a cada momento, ele morre para qualquer coisa que tenha vindo a saber e volta a ser ignorante. Essa ignorância é verdadeiramente luminosa.

Concordo com Dionísio quando ele afirma que a ignorância é luminosa. Uma das experiências mais belas da existência é estar num estado de luminosa ignorância. Quando está nesse estado de luminosa ignorância, você está aberto, não há barreira em seu ser, você está disposto a investigar.

A disciplina tem sido mal-interpretada. As pessoas têm dito às outras que disciplinem sua vida, que façam isso, que não façam aquilo. Têm sido imposto ao homem milhares de deves e não-deves. E, quando o homem vive com inúmeros deves e não-deves, ele não consegue ser criativo. Ele se torna prisioneiro; em toda parte, ele deparará uma barreira.

A pessoa criativa tem que eliminar todos os deves e não-deves. Ela precisa de liberdade e de espaço, muito espaço; ela precisa do céu inteiro e de todas as estrelas que existem nele. Só assim sua espontaneidade pode começar a florescer.

Portanto, lembre-se: minha ideia de disciplina não envolve nenhum dos dez mandamentos; não estou impondo-lhes nenhum tipo de disciplina; estou simplesmente tentando fazê-lo discernir a ideia de como continuar a aprender e jamais arvorar-se em douto.

Sua disciplina tem que vir de seu próprio coração; ela tem que ser inteiramente sua - e há uma grande diferença nisso. Quando alguém lhe impõe algum tipo de disciplina, talvez ela jamais lhe sirva; será como vestir as roupas de outrem. Ou elas ficarão grandes demais ou muito apertadas, e você sempre se sentirá um tanto idiota nelas.

Maomé legou um corpo de disciplina aos muçulmanos; talvez isso tenha sido bom para ele, mas não pode ser bom para todos. Buda legou um corpo de disciplina a milhões de budistas; talvez isso tenha sido bom para ele, mas não pode ser bom para todos.

A disciplina é um fenômeno que se dá no âmbito da individualidade; toda vez que a adota de outrem, você começa a viver de acordo com princípios pré-estabelecidos, preceitos mortos. E a vida jamais é morte; a vida é transformação incessante. A vida é movimento.

Heráclito está certo: você não pode entrar no mesmo rio duas vezes. Aliás, gostaria de dizer-lhe que você não pode entrar no mesmo rio uma única vez sequer, pois ele se move muito rapidamente! A pessoa tem que estar atenta a cada situação e suas nuanças, observando-a, e é necessário que a pessoa reaja à situação de acordo com o momento, e não conforme a algum tipo de respostas prontas, fornecidas por outrem.

Você percebe a estupidez da humanidade? Há cinco mil anos, Manu transmitiu um corpo de disciplina aos hindus, e, até hoje, eles o seguem. Três mil anos atrás, Moisés deixou um corpo de disciplina aos judeus, e ainda hoje eles o seguem. Há cinco mil anos, Rsabhanatha transmitiu seu corpo de disciplina aos jainistas, e eles ainda o seguem.

O mundo está sendo levado à loucura com essas doutrinas! Elas são ultrapassadas; elas deveriam ter sido enterradas há muito, muito tempo. Vocês estão carregando defuntos nas costas, e esses defuntos fedem. E, quando você vive cercado por defuntos, que tipo de vida você pode levar?

Eu lhes ensino o momento, e a liberdade do momento, e a responsabilidade do momento. Algo pode ser correto neste momento e pode tornar-se errado no momento seguinte.

Não tente ser imutável, pois, nesse caso, você estará morto. Só os mortos são imutáveis. Procure estar vivo, com todas as suas inconstâncias, e viva cada momento sem nenhuma ligação com o passado nem com o futuro. Viva o momento, e suas reações serão plenas.

Essa plenitude é sublime, essa plenitude é criatividade. Com isso, tudo que você fizer terá beleza própria."

Osho, em "Criatividade : Libertando Sua Força Interior"

segunda-feira, 31 de março de 2014

DICAS ASTRAIS PARA O INÍCIO DE ABRIL E A GRANDE CRUZ CARDINAL DE MARTE, JÚPITER, URANO E PLUTÃO


Olá amigos!
O céu está intenso nesse mês de abril. Neste último domingo aconteceu a Lua nova de Áries, a primeira Lua nova do ano astrológico, que marca com mais força novos inícios. Excelente momento pra começar algo novo, tomar iniciativas, dar pontapé inicial  em novos projetos, cursos, estudos, plantar novas sementes e intenções.

Mas ainda há muito a revisar e tudo deve ser feito com cuidado, consciência, educação, diplomacia e respeito. A Lua nova aconteceu em conjunção com Urano, que rege o inesperado, as mudanças abruptas, as surpresas, as revoluções, as reviravoltas, os rompimentos e as rupturas. Urano nos traz libertações e quer novas soluções. Pede flexibilidade, criatividade, inventividade. Portanto, o astral é complicado pra quem está preso aos velhos padrões, pra quem se sente insatisfeito, incorformado com o emprego ou a relação, pra quem vive um estilo de vida só pra agradar os outros e manter uma aparência, pra quem sente que poderia viver com mais liberdade, viver outro estilo de vida, mas fica adiando suas decisões.

Em abril teremos acontecimentos astrológicos que indicam a necessidade de sairmos da zona de conforto pra buscar limpezas, mudanças e libertações. Já venho falando da grande cruz cardinal que se fechará na última semana do mês, entre Marte (retrógrado em Libra), Júpiter (exaltado em Câncer), Urano em Áries e Plutão em Capricórnio.

Marte retrógrado em Libra se sente frustrado, pois quer ação, movimento, impulso e caminhos livres para conquistar. Mas em Libra enfrenta resistências, deve promover revisões, deve aprender a agir em conjunto, deve harmonizar polaridades. Ser guerreiro pressupõe capacidade de enfrentar e confrontar. Atitudes diplomáticas, controle dos impulsos agressivos e resistência pacífica são lições por demais elevadas para qualquer ser humano. Por isso Marte em Libra é considerada uma posição frágil e difícil.

O senso comum nos diz que para ser forte é preciso ser impositivo, mas aqui a lição é outra. O aprendizado é: afirmar nossa individualidade através da capacidade de nos relacionarmos em harmonia e de compreendermos, antes de tudo, o ponto de vista do outro. Podemos inclusive aproveitar para afinar isso durante essa semana, quando Vênus e Marte seguem em harmonia. Temos um bom momento para encontros, reuniões de pauta, alinhamento de estratégias. Usar nosso arsenal de qualidades diplomáticas e argumentos para convencer as pessoas.

Marte em Libra também representa um paradoxo. Pode acontecer o contrário: a pessoa pode pode buscar conflito pra testar a capacidade de resistência durante uma contenda, brigas e desavenças. Ao lutar por justiça e harmonia, provocar a ira do outro pra buscar o caminho da pacificação.

A força deve ser dosada para que se obtenha um resultado bom para ambas as partes. Mas é possível também um recuo: a dificuldade de agir sem a aprovação dos outros, a desistência de levar adiante um objetivo íntimo, a queda de resistência física, o desgaste e estresse emocional quando a estabilidade nas relações é quebrada, o compometimento do bem-estar corporal. Ou a falsidade, aquele que age pelas costas.

Por tudo isso, agora é preciso agir com cautela e prudência. Tomar iniciativas com plena consciência dos projetos, empreendimentos, causas e motivos. Novas soluções, acontecimentos e ideias supreendentes podem acontecer pra quem estiver alinhado com seus propósitos. Pra quem age às escuras, pra quem há tempos alimenta um desequilíbrio, uma reviravolta pode acontecer também. No fim das contas, tudo acontece pro nosso bem, só que muitas vezes não conseguimos enxergar como positiva uma coisa que o nosso ego limitado não quer. Tem gente que prefere viver na ilusão e na ignorância até que algo as surpreenda...

Marte enfrentará Urano, que está em Áries e pede justamente reinvenções. O impulso do novo é algo impossível de conter. Ou a gente muda com a vida, ou a vida muda pra gente. Urano em Áries quer mais independência e automonia pra poder olhar pra frente, pro futuro, pra viver novas experiências, ousar, experimentar.

Júpiter está exaltado e poderoso em Câncer: quer mais segurança, quer lutar por seus ideais, quer fortalecer suas bases emocionais, defender sua pátria, suas leis, seu território. Quer mais direitos para si e toda a sua família. Quer possibilidades de garantir e expandir seus territórios. Mas existem aqueles que lutam por causas equivocadas, que agem movidos por emoções exaltadas, que creem que devem lutar até à morte por sua pátria, seus valores. Aqueles que alimentam posturas dogmáticas e se acham os donos da verdade.

Plutão está no conservador Capricórnio, em recepção mútua com Saturno em Escorpião. Plutão pede transformações profundas nas instituições, na forma como manisfestamos e lidamos com o poder, nas nossas sombras, nos nossos instintos inconscientes e animais. Tudo o que está rígido e não serve mais tem suas bases estremecidas, porque deve dar lugar para novas possibilidades, para cura, para a morte e o renascimento. O poder institucionalizado, com suas bases estremecidas, pode recrudecer ainda mais. Vemos também manifestações com pensamentos reacionários, retrógrados, que não condizem com a nova consciência.

Urano representa a mente superior, a consciência cristica. Plutão está relacionado ao chacra básico. Para que a energia Kundaline de toda a humanidade circule, os instintos básicos devem ser iluminados e transformados pela mente superior. Marte em Libra e Júpiter em Câncer representam as polaridades masculina (lógica, razão, assertividade, acão) e feminina (emoção, sensibilidade, intuição, critatividade) que devem ser harmonizadas e integradas. Tanto planetariamente, quanto individualmente.

Questões ligadas aos relacionamentos (eixo Áries/Libra) e ao trabalho, carreira, profissão, família e mundo emocional (eixo Câncer/Capricórnio) estão ativadas. Aquela velha consciência de que sucesso é se matar no trabalho, é viver na competitividade, é puxar o tepete dos outros... Ou o contrário: o medo do mundo, aquele que vive fechado em sua concha, não cultiva seu lado empreendedor. Quem é consdecendente demais, não sabe dizer não... ou quem é egoísta e passa por cima de todos. (As variáveis são muitas. Pra um estudo minucioso vale consultar um astrológo de confiança, ver em que casas do mapa a cruz acontece e se ele pega algum planeta aos 13 gruas de um desses signos.)

Percebem como vivemos um momento importante? Podemos esperar muitos acontecimentos, manifestações, surpresas e imprevistos pra toda a humanidade em abril. Muitos astrólogos falam em guerras, confrontos, revoltas, disputas de poderosos... mas e individualmente? Qual a guerra interna que cada um de nós está travando? O que deve ser pacificado, curado e transformado em nós mesmos, pra que haja mais liberdade, estabilidade, entusiasmo e equilíbrio emocional?

Aprendo cada vez mais que acusar, criticar, ficar indignado e revoltado com o problema é reforçar o problema, é fortalecer a sombra. Focar no bom, no belo, na cura, identificar-se com as soluções, divulgar e veicular os antídotos e trabalhar pela expansão da consciência é fortalecer a LUZ. Ao invés de perder tempo olhando pros outros, dando poder aos outros e criticando o mundo, seria mais lógico e inteligente fazer o caminho interno, olhar pra nós mesmos. Respeito as escolhas de cada um... mas a verdadeira mudança deve começar em nós. Vale sempre lembrar!

Muitos podem dizer: mas uma boa briga é válida também pra entornar o caldo logo de vez. Sim, tudo tem o lado bom... no fim tudo é válido como experiência. Mas... vejamos o exemplo de Gandhi, que conseguiu importantes mudanças pregando a resistência pacífica, por exemplo. Se cada um se propusesse, ao invés de projetar sua raiva e sua frustração fora, olhar pra dentro, buscar crescer, se lapidar...

O que desejo: que as fichas caiam em cada um de nós. Vamos vigiar, ficar atentos ao que nos acontece, são oportunidades de transformação. Raras, pois essa cruz astrológica é um evento raro. Podemos encontrar energia para promover realmente verdadeiras limpezas e curas em nossas vidas. O que se espera é que tudo não seja fogo de palha...

Recomendo a leitura de A GRANDE CRUZ CARDINAL ABRIL 2014 do astrólogo português António Rosa.

No próximo artigo falarei sobre o ingresso de Vênus em Peixes no dia 05 e de Mercúrio em Áries no dia 07/04. Aproveito também pra fazer um convite: a partir de abril faremos uma série de encontros com meditações xamânicas ao som do tambor para vivenciar as forças planetárias e interpretá-las nos mapas astrológicos dos participantes. Serão em São Paulo, no Anima Mundhy. Veja com mais detalhes aqui. As dicas pra cada signo estão na UOL.

Sejamos felizes!!!

segunda-feira, 24 de março de 2014

DICAS ASTRAIS PARA A SEMANA DE 24/03/14 - LUA MINGUANTE


Olá, amigos!
Seguimos agora no ritmo da Lua minguante, que pede finalizações, conclusões, recolhimento, análises e mais introspecção. A Lua nova acontecerá no dia 30/03 (próximo domingo). Será a primeira Lua nova do ano novo astrológico, que favorece com mais força novos inícios. A semana é ideal, portanto, para os últimos ajustes e revisões nos novos projetos, que poderão ganhar força na próxima lunação.

Vênus segue livre, leve e solta pelo signo de Aquário, favorecendo surpresas inesperadas, tudo o que é original, inusitado e irreverente. Quem quiser conquistar, vale fazer propostas criativas, surpreender, inventar um programa diferente ou ousar no visual. Personalidade conta pontos! Principalmente na terça e na quarta, com a Lua também em Aquário.

Já na quinta e na quinta e na sexta-feira a Lua balâmica segue em Peixes. Mercúrio e Netuno também estão lá. São dias ideais para deixar a vida fluir, sem forçar situações. Buscar assuntos mais transcendentais e alimentar a alma com boas informações, pois ficamos mais sensíveis e suscetíveis. Bom período para deixar um pouco o controle do ego de lado, cultivar a Fé numa força maior que nos sustenta e sabe o que é melhor pra nós.

Atividades artísticas ficam favorecidas. Mercúrio em Peixes quer dizer o indizível. Só mesmo com imagens, poesia, música e essas loucuras maravilhosas de que o ser humano é capaz. O ser humano é dual: pode criar obras fantásticas, mas também é capaz de coisas bem feias. Com o que prefere se identificar? Em Peixes, absorvemos tudo com mais facilidade, por isso deixo aqui essa reflexão. Criamos a realidade de acordo com nossas crenças e com o que nos identificamos.

Temos uma boa semana também para meditar, visualizar os próximos projetos se concretizando. Exercícios de meditação imaginativa são muito valiosos nessa fase. Já sabe quais serão as metas para a próxima lunação? O próximo período promete uma verdadeira arrancada, com o Sol em Áries tudo acontece com mais velocidade.

Júpiter segue em tensão com Urano e Plutão, expandindo os processos de cura e limpeza que devemos fazer em nossas vidas, em nome de mais liberdade, consciência e autonomia. Vale ficar atento aos temas que surgem em nossas vidas. Mesmo que fatos aparentemente desagradáveis aconteçam, servem pra nos mostrar o que deve ser deixado para trás, transformado, curado, resolvido. 

Esse processo seguirá pelo mês de abril, com a cruz planetária de Marte, Júpiter, Urano e Plutão. Uma configuração astrológica rara. Por isso mesmo, uma rara oportunidade que temos de resolver algo e dar um salto em nossas vidas. 

Para mais detalhes sobre o tema indico o artigo do colega António Rosa - GRANDE CRUZ CARDINAL DE ABRIL 2014
Escrevi sobre a cruz a propósito do ingresso do Sol e Áries - aqui.

Aproveito também pra fazer um convite: a partir de abril faremos uma série de encontros com meditações xamânicas ao som do tambor para vivenciar as forças planetárias e interpretá-las nos mapas astrológicos dos participantes. Serão em São Paulo, no Anima Mundhy. Veja com mais detalhes aqui. As dicas pra cada signo estão na UOL.

Sejamos felizes!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...