terça-feira, 23 de março de 2010

HISTÓRIAS DE AMOR


Cleiton, um transexual mais conhecido como Gláucia, estava confuso(a). O fato é que já há algum tempo não estava tão bem resolvido(a) em relação à sua sexualidade. Assim, sem mais, descobrira-se perdidamente apaixonado(a) por sua amiga de infância – Gabriela, mais conhecida como Roberto (outra transexual, só que ao contrário).

Com tantas dúvidas e todo esse avesso do avesso, a mente de Gláucia estava a ponto de dar nó. Para agravar a situação, percebera que Roberto a tratava diferente. O amigo andava calado, introspectivo, como se quisesse lhe contar algo mas faltasse coragem.

Um belo dia, Gláucia vinha caminhando pela praça da República quando não se conteve. Expressou seus pensamentos em voz alta para a primeira pessoa que lhe apareceu na frente: - Oh, meu Deus! Não sei o que fazer! Não sei se sou menina, não sei se sou menino... Que dúvida cruel!

Quem a ouviu foi uma simpática velhinha, que mais do que depressa respondeu: Não importa, minha querida. Você veio para brilhar!

Estas palavras mágicas ditas por um anjo surtiram profundo efeito em nossa personagem. Seu rosto se iluminou. Imediatamente se lembrou da frase de um poeta que adotara como lema na adolescência, mas que estava perdida em sua memória: “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”.

Gláucia tomou coragem e declarou seu amor a Roberto. O excêntrico casal completa hoje três anos de namoro e estão de casamento marcado para o próximo mês, inclusive no religioso.

17 comentários:

Cris França disse...

Marcelo

Teu texto é como você carismático e envolvente, adorei! Um beijo cheio de carinho e que vc nos presentei com mais das suas historinhas de amor que eu adoro tanto.
Um lindo dia!

Astrid Annabelle disse...

Marcelo! Bom dia!
Mais uma história gostosa de amor..."e todo esse avesso do avesso"!
Adorei...
Beijo grande
Astrid Annabelle

Silvana Nunes .'. disse...

E serão felizes para sempre.
Beijo grande.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um bom dia para você.
Saudações Florestais !

Livinha disse...

"As montanhas suavízam-se a voz do posso e derretem-se a voz do quero". (Edward Purinton).

Olá meu querido,
Saudades!!!

Viu, parecem que se reguardavam, como almas destinada somente uma para o outro...
"Leis de causa e efeito"

Adorei e que assim sejam!
FELIZES PARA SEMPRE

Ah, o amor...

Bjss mocinho
Livinha

Fatima disse...

Tenho amigos que viveram essa história. Vai ver vc conhece tb.
Bjs.

Alexandre Ferreira Gaspar disse...

Adorei.

Complicado uma situação como esta, mas as pessoas devem parar de ter medo, e serem o que e quem elas realmente são. atraímos para nós o que merecemos, pessoas que estão na mesma sintonia, na mesma energia.

E acho que conheço esta história de algum lugar: Não sei o que sou, se sou homem, se sou mulher, rsrsrrsrs.

bjs tts.

Paulo Braccini disse...

o que conta é o que sentimos ... em assim sendo a felicidade é possível ...

bjux

;-)

angela disse...

Ótima história, adorei esse amor maior que as diferenças, melhor dizendo, que não se importa com as diferenças.
beijos

marcelo dalla disse...

Queridíssimos!!!!
Ah, quantos comentários gostosos de se ler. Amo muito isso, não quero parar. Eis o maior estímulo para o meu trabalho.
Um bjo no coração de todos!

Pablo disse...

Que lindo.

Amo esse lugar.

P.S. Agora que percebi sua foto como avatar.

Bem gatenho hein?
bj

António Rosa (Tib) disse...

Que palavras bonitas, pois o que conta mesmo são os sentimentos, mesmo numa historia 'avesso do avesso'. Brilhante, amigo Marcelo.

Abraço.

alexia disse...

Amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

marcelo dalla disse...

Valeu Pablo!!!!!!! Teu blog tb é ótimo, excelente! :) E a sua foto, cadê? rsrsrs

Antonio, meu amigo, sua visita é sempre uma honra e um prazer. Escrevo essas histórias de amor e penso nos seus comentários. :)

Alexia, que bom!!! :)


bjos e abraços

Daniela Scheifler disse...

Amei tb! Amor ñ tem gênero, ñ segue modelos. O Amor está totalmente fora dos padrões. É um transgressivo esse tal de AMor! Viva!

un bacione grande, amico mio!

Sonia Beth disse...

Adorei!!!!!!!!!!Qauntos amores perdidos por falta de confiança, não meu amigo?

obrigada pela linda historinha

Léo Santos disse...

É... Esse é o efeito que Fernando Pessoa e uma boa velhinha causam no coração de um apaixonado ou apaixonada!

Um abraço!

Minhas Pinturas disse...

E viva o amor...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...