segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

HISTÓRIAS DE AMOR

Margareth, prostituta, apaixonou-se por um de seus clientes, Casemiro. Para seu adorado e idolatrado freguês, Margareth fazia tudo o que de melhor sabia em sua profissão. Casemiro acabou se rendendo a esse grande amor. Margareth, para expressar seus sentimentos, decidiu não cobrar mais nada de Casemiro. Casemiro, para demonstrar sua paixão, queria pagar em dobro.

Os dois tiveram uma briga feia... Margareth diz que ele só pensa em dinheiro. Casemiro diz que ela só pensa em sexo.

12 comentários:

Paulo Braccini disse...

delicioso isto ... rs

bjux

;-)

Fatima disse...

Suas histórias de amor!
Sempre com um final inusitado.
Bjs.

Wanderley Elian Lima disse...

Quando não existia amor, tudo ia bem. Será que o amor atrapalha todas as relações?
Bjs

Glorinha Leão disse...

Hehehe...amei...curto e sutil como convém ao fino humor...
Beijos.

HSLO disse...

Hum...fiquei sem ar...adorei.


abraços


Hugo

António Rosa disse...

Very british, este conto inefável. Gostei, assim como aprecei muito a sua série de borboletas.

Tenho andado muito ausente da internet. A partir do próximo dia 9, tudo normalizará.

Abraço

marcelo dalla disse...

Paulo, Fátima, Wanderley, Glorinha, Hugo e Antônio. Grandes amigos! A presença de vocês e seus comentários são uma delícia.

Ando um pouco ausente da net, como o Antonio, dentro de alguns dias volto ao normal.

bjos e abraços

Dan disse...

Oi Marcelo,

Se cada um cedesse um pouquinho, estariam juntos até hoje.
Ah o amor...
Duro de encontrar. Dificil de prosseguir.

Abração

marcelo dalla disse...

Pois é, Dan! Este é o grande aprendizado!!!!!

abração pra vc tb

Ilhados Aqui disse...

Mto bom! hehehe. Tô escrevendo tb.. blog + músicas... Se quiser arriscar: http://ilhadosaqui.blogspot.com/

Maria Izabel Viégas disse...

Marcelo querido, o que está acontecendo ... é saturno em libra? Ando meio a meio por aqui, sempre com a sensação de dívida com meus amigos. mas falta tempo, já até pedi a Cronos uma ajuda, rsss

Mas que História Dallesca!
Fiquei esperando o happy end, o saiba mais...o clique aqui
;)))
E depois que me dei conta numa releitura: Ora é isso mesmo!
Isto se chama relacionamento.
Principalmente quando deixamos de ser nós mesmos e começamos a ser o que "achamos que o outro quer ou necessita". Aí "dançamos"...
O seu final foi: Genial. Não existe finais, sempre desencontros ou sempre recomeços. Isso é o amor. tentativas. Quam entende o que o corpo do amado fala, quem sabe ler a linguagem do olhar...vence e fica juntinho, dando mil beijinhos rsss.
Lindo amigo, adooooro suas personagens - a prostituta Margareth e o cliente Casemiro- figuras!
Aliás eu gosto de vc em tudo mesmo!
Beijos neste coração dourado!

Kyria disse...

Brilhante como sempre, adore!
Sempre a "Guerra dos Sexos", bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...