terça-feira, 14 de julho de 2009

Eu não quero Filtros Zooropa!

- Alô! Gostaria de falar com quem? Sim, sou eu. Quem gostaria? Ah... não, eu não tenho filtro Zooropa e não estou interessado. Não, obrigado. Eu só tomo água mineral. Era só isso? Eu estou no meio de um trabalho, preciso desligar. Promoção? Não, obrigado. Aliás, eu quero lhe pedir um favor: risque meu telefone aí dessa lista de telemarketing. Todo mês vocês me ligam perguntando a mesma coisa, me interrompem, me atrapalham... e eu sempre digo que não quero. Poderia fazer isso? Não! EU NÃO ESTOU INTERESSADO! Minha querida, qual a parte do “NÃO, EU NÃO QUERO” você não entendeu? Quanta insistência! Vou pedir de novo: risque meu nome dessa lista! Você está me fazendo perder tempo, estou atrasado aqui. Que servicinho infeliz esse seu, não?

Calma... também não precisa chorar... Me desculpe... realmente, fui muito grosseiro. Qual seu nome? Clarice! Belo Nome! Perdão, Clarice, mas eu não estou bravo com você, estou bravo com o telemarketing de uma maneira geral. É uma estratégia de marketing muito invasiva, concorda? Sim... eu entendo que você precisa desse dinheiro pra pagar suas contas. Mas você se contenta com isso? Trabalhar apenas pra pagar contas, sobreviver? Clarice... me permite um conselho? Procure buscar um trabalho mais de acordo com sua vocação, sua missão de vida. Claro! Que este serviço chato lhe sirva pra investir nos estudos e progredir... Não sabe qual a sua vocação? Ah, minha querida, todo mundo tem um talento. Eu posso lhe ajudar. Qual seu signo? Câncer? Hummm... Deve gostar de cuidar das pessoas, cozinhar... que mais... Câncer é muito ligado ao passado... Gosta de história? Pois então. Ah, gosta de escrever? Você sabe que horas nasceu? Quatro da manhã: ascendente em Gêmeos! Daria uma bela escritora. Aliás, como sua xará, Clarice Lispector. Conhece? Não? Pois eu recomendo. Anote: Clarice Lis-pec-tor. Quem sabe você não se anima?

Sim, eu sou astrólogo. Ah, quer marcar uma consulta? Será um prazer! Vamos fazer assim: eu desligo, daí você liga de novo. Minha secretária atende e marca um horário. Eu faço um precinho especial pra compensar minha falta de educação, reconheço que fui muito rude. Tá mais animada agora? Que bom! Peço perdão mais uma vez, Clarice. Preciso desligar, bom trabalho pra você. Como? Não Clarice, eu não quero o filtro Zooropa!!!!....

(Cena do monólogo MEIA-NOITE CÓSMICA, em cartaz nos meses de junho e julho de 2008 no Teatro Santa Cecília - Itajubá MG - texto e atuação: Marcelo Dalla)

14 comentários:

Livinha disse...

Ai, ai, ai... eu precisei de rir muito... como diz uma certa canção:
Esses telefones que não param de tocar... tudo uma tentação, tentação do chato, dos maus tratos tentação da paciência...
Olha, de fato o instinto da sobrevivência, que faz com que muitos ainda comam desse prato..
Sinceramente, morreria antes de oferecer o Zorooopa rsrss
Mas deixa pra lá, cada um com sua cruz, afinal o que seria do azul se todo mundo se ligasse apenas no vermelho? depois falando baixo cá entre nós, que país é este com tantos diplomas engavetados? e os coitados dos fracos, subordinados exercem o feito que o covarde manda chuva, não é macho pra fazer... me poupe Marcelo, mas se continuar a escrever, não restará espaço pra outros comentários creio. Aqui, pela manhã, antes mesmo de esticar os braços, o telefone chama... ha, conheço cada numero do bina, pego o dito sem fio
e jogo debaixo da almofada... Pode?
pode, pode sim porque eu posso seguir a minha caminhada, sem me deixar intimidar...
Bjss grde marcelo. adoro teus textos!

Livinh@__

marcelo dalla disse...

Livinhaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!! Amo seus comentarios!!!! No seu caso, quanto mais longos, melhor! rsrsrs bjos querida

Vivian disse...

...ahhhhhhhhh
eu vim aqui só para lhe oferecer
um Carnet do Baú,
mas diante deste texto,
deixa quieto, e eu talvez
volte outra hora com mais
promoções...

rss

bj, lindo!

Astrid Annabelle disse...

Gostei demais desse post!
Marcelo e eu que estava acreditando que fôsse real! Ri muito mesmo quando descobri do que se tratava...muito bom!!!!
Beijo
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...

Marcelo, amei este post. Muito divertido e tal do xarope. Bom trabalho.

Cris disse...

coisa boa é vir por aqui...só luz e sucesso...adoro vc meu amigo versátil...rsrs
beijos

Nancy Passos disse...

rsrsrsrs.....adorei, maravilha!!!

Kyria disse...

Ah Marcelo, que bacana esta cena, adoraria poder assití-lo.
Muito interessante este envolvimento do rapaz com a vendedora, alguns de nós somos deste jeitão, se a conversa se alonga ou se existe qualquer manisfestação de fragilidade ou cordialidade nos envolvemos.
Bjs boa lição nesta comédia.

Liciane disse...

Muito interessante!!!
Isso tem acontecido muito comigo, tenho me estressado bastante com telemarketing. Eles têm ligado nos piores horários...esses dias perdi a paciência...

Dei muita risada!!
Bjss

adriana disse...

Marcelito,
Você tem certeza que não quer um filtro zoorrr... Tá bão!
Adorei!
:)))

marcelo dalla disse...

hahahahahahahaha não, obrigado!

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

MUITO BOM!!!!

Puxa você é ator!!!!

Eu estudei teatro tb... 1 ano no Célia helena... Quando tiver um espetáculo seu me envia a data, local e nós vamos te assistir com toda certeza! :)

E divulgar tb!!!

Abração!

Chris

marcelo dalla disse...

Aviso sim, Chris, podexá! Vc mora em Sampa, certo? Bjo

Mak disse...

Rsrs passei por parte disso essa semana, pedi pra falar como supervisor e retirar meu nome dalista! O banco ligava 2-3 vezes todos os dias!
mas o q eu gostaria de comentar mesmo é a correção pra LISPECTOR... como vc foi enfático no nome dela, que seja ao menos o correto entaõ rsrs Assim evitamos a disseminação do sobrenome grafado errado.
Lux

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...