sábado, 8 de dezembro de 2012

O SIMBOLISMO DA CORUJA - Texto e Ilustrações


A coruja é a ave soberana da noite. Ao longo da história da humanidade, tem simbolizado a reflexão, o conhecimento racional e intuitivo, sabedoria, mistério, inteligência e diversas crenças relativas ao mundo espiritual. Ela tem a capacidade de enxergar através da escuridão, conseguindo ver o que os outros não veem.



Os gregos consideravam a noite como um período propício para o pensamento filosófico. E sendo a coruja um pássaro noturno, acabou sendo escolhida para representar essa busca do saber. Na mitologia grega, Athena, a deusa da sabedoria, tinha a coruja como símbolo. Athena traz pousada em sua mão direita a figura da ave noturna que, segundo a lenda, revelava-lhe as verdades invisíveis. Já no Império romano, a ave era tida como animal agourento, seu canto anunciaria que a morte estava próxima.



A coruja tem a particularidade de conseguir girar o pescoço em até 270º para observar algo ao seu redor, permanecendo com o resto do corpo sem o menor movimento. Ela é a águia da noite, é a caçadora noturna. A grande capacidade de visão e audição a torna exímia caçadora. Emite seu som na escuridão e identifica qualquer som estranho. Esta qualidade lhe dá a vantagem quando procura comida. 



O termo "coruja" geralmente é aplicado ao pai ou a mãe que ressalta com certo exagero as qualidades dos filhos. É extensivo a outros familiares como tios, avós e outros. 



No folclore brasileiro consta que, pra que seus filhotes não fossem vítimas de predadores, a coruja lhes avisava - seria fácil reconhecê-los, eles eram os "mais bonitos" da floresta. Daí o dito popular: "Toda a coruja gaba-se do seu toco". Assim como uma mãe elogia seus rebentos, mesmo sabendo que todo recém-nascido não tem (ainda) nada de beleza.



A coruja é escolhida como mascote dos escoteiros e é o símbolo dos cursos universitários de Filosofia, Pedagogia e Letras.



A tradição dos índios norte-americanos diz que a coruja mora no Leste, lugar de iluminação. Posto que a humanidade teme a escuridão, a coruja enxerga no breu da noite. Onde os humanos se iludem ela percebe com clareza, acreditavam os índios.



A coruja é um dos animais preferidos dos bruxos e bruxas. É simbolicamente associada também com a clarividência, a projeção astral e a magia. Enquanto todos dormem, ela fica acordada, com os olhos arregalados, vigilante e atenta aos barulhos da noite. Por isso, representa para muitas culturas uma poderosa e profunda conhecedora do oculto.



Havia uma tradição que dizia que quem come carne de coruja adquire seus dons de previsão e clarividências, mostrando poderes divinatórios.



Ela pode nos trazer mensagens à noite, através dos sonhos e da meditação.



As ilustrações foram selecionadas do Deviantart e estão devidamente linkadas às páginas de seus respectivos autores.

18 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns! Excelente!

AugustoCrowley disse...

Lindas imagens!

Andréa de Oliveira disse...

Amo corujas. E ganho de alguns amigos que sabem que acho bela a postura de uma coruja.
O texto e as imagens são lindas. Gratidão por compartilhar.

* Edméia * disse...


*Marcelo, amo as corujas !!! :))

Quando eu residia em Caraguatatuba,

num apartamento próximo da praia

Martim de Sá, quase todas as

noites uma coruja ficava em pé

numa árvore em frente à minha

janela ! Era uma alegria para

mim desejar-lhe boa noite ante

de eu fechar a janela e ir deitar

!(*Momentos simples e

significativos !!! ).

LUARES DE LILITH disse...

As corujas são lindas, amo! E a beleza que tanto proclamam em seus filhotes está além do olhar físico, além do toque... É enxergar no outro as suas melhores possibilidades, eis a beleza revelada. Amo o olhar penetrante das corujas, parecem vasculhar a nossa alma em diminutos segundos...

Cris França disse...

Marcelo, a-do-ro corujas, para mim são enigmáticas e me lembram sabedoria. Lindo o seu post, não poderia deixar de prestigiar. Um beijo grande!

Rodrigo Serafim disse...

Oi Marcelo!
Lindas corujas, elas são uma inspiração para nós, com seu temperamento cauteloso e seu mistério. Aqui perto de casa sempre tem corujas cantando à noite.
Também sou fascinado pelos cisnes, seria legal se você fizesse um especial desses com essas lindas criaturas.
Um abraço.

Astrid Annabelle disse...

Olá meu querido Marcelo.
Adoro as corujas brancas...existem várias por aqui e bem grandes... piam e deixam sua marca sonora voar pela mata... imagino os bichinhos se escondendo...rsss
Lindo post. gostei demais!
Beijo
Astrid Annabelle

Livinha disse...

Olá meu amigo querido

Chegando pelo rastro dessa tão feia para os cegos e tão linda para quem as vê e se encanta: As corujas...
Minha ave predileta e com quem gostaria muito de me assemelhar. Se houvesse uma escolha e de mim por direito, pediria aos céus nelas me transformar e sair por esse mundo a fora, nas noites onde poderia a tudo ver sem que eu fosse vista. Para os ignorantes a pensar que ela anuncia a morte, eu os faria crer que nada mais seria senão a vida pelas noites adormecidas que não deixa de acreditar... A vida é tão pura e eu aqui moribunda sem poder voar...

Desculpa o desabafo meu amigo, mas pelas minhas inquietas andanças por aqui eu teria que parar, esse lugar que é teu e que por vezes aberta tuas janelas faz-me vislumbrar com os encantos que tem tudo a ver comigo...

Meu blog está fechado para comentários, porque tenho andado sem direção, depois há quem disse que os meus escritos são delícias a encantar mas somente pelo que me interessa. oras, vejas só, de que outra forma poderia ser, se de nós as escritas são escapes a por para fora o que nos estar a incomodar. O mundo é bonito, o que lhes estragam são as personalidades egoístas...
Bah, deixa pra lá!

Um grande beijo Celito
Deus sempre te abençoando...

Bjs

Livinha

Guilherme F. Aniceto disse...

Marcelo,

Veio bem a calhar para mim essa sua postagem sobre as corujas. Imagine você que estou planejando há séculos minha primeira tatuagem, e eis que no fim de semana me veio de súbito a ideia de que seja uma coruja.

Lendo essas palavras, observando as imagens, não me resta dúvida de que terei imenso orgulho de ostentar sobre minha pele esse símbolo de vida (não de morte, como muitos creem), de conhecimento (meu combustível para viver), de sabedoria (a qual procuro alcançar a cada dia, um pouco mais), de mistério (porque este faz parte da vida, tanto quanto a própria revelação), do pensamento e da profundidade (tão presentes em minha vida em forma de poesia).

Agradeço imensamente por trazer tantas informações e me propiciar um momento de certeza. Decidido agora, posso dizer que uma coruja só haverá de externar em minha pele a personalidade que tanto escondo em meu interior.

Grande abraço.

Guilherme

PATRICIA KARLA disse...

Corujas são misteriosas iguais as noites e através delas percebemos a importância de ficarmos atentos aos sinais do silêncio. Admiro muito!!!

Regina Parolari disse...

Adorooooo corujas!!!

Claudia disse...

Vc e maravilhoso Marcelo além de seus comentários fantásticos de Astrologia nos presenteia com este que acabei de ler sobre as corujas ! Sempre aprendendo comvc

ray disse...

ME CHAMO RAIMUNDA MARIA.PARABÉNS PELO SEU BLOG... GOSTEI MUITO! SOU PEDAGOGA E GOSTO DE CORUJAS. PEDAGOGA.RAYLUAR@YAHOO.COM.BR.

Paulo Gomes - Artista Plático disse...

Olá
Achei sua página por acaso, e como gosto, pq não acredito em acaso! Enfim sou virginiano e gosto das corujas, adorei as mandalas, faço mandalas de papelão pintadas. Foi legal conhecê-lo. Colocarei-o na minha busca constante.
Abraços
Paulo Gomes
http//:paulogomes-artistaplastico.blogspot.com/

claudia de souza disse...

Amo corujas !

LAURA ARRUDA disse...

Olá, Marcelo, obrigada por um post tão cheio de significado!
Só quem ama as corujas compreende a sua vigília, e a profundidade do seu olhar enigmático, num silêncio que tudo diz...
Ignorante não é aquele que não percebe a sabedoria, mas sim, aquele que se recusa a enxergá-la!
Grata por compartilhar

R Alex disse...

Excelente... os textos e as imagens! Cada vez gosto mais destes lindos seres!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...