quinta-feira, 9 de agosto de 2012

COMO AMAR AS PESSOAS QUE EU NÃO GOSTO? Por Jennifer Hoffman


Olá amigos! Esta mensagem realmente me trouxe paz e me liberou de algumas culpas... creio que irão gostar também. Vamos ao texto de Jennifer Hoffman:

"Esta é uma pergunta que é feita por muitos que estão percorrendo conscientemente um caminho espiritual: como amar as pessoas que elas não gostam. A resposta lhe dará a paz de espírito e irá liberar a culpa que você está sentindo.

Em primeiro lugar, temos que encarar o amor incondicional e o fato de gostar, separadamente, porque eles são diferentes. Você pode unir o amor incondicional ao gostar, e o resultado será benéfico, pacífico e amoroso. Mas você irá lutar se tentar reconciliar os seus vários sentimentos de “gostar” com pessoas e situações diferentes, sem o amor incondicional.

O amor incondicional é uma energia de vibração elevada que existe no Universo. É o que já somos, e o que temos a fazer, é integrar isto em nossa consciência, que somos e temos esta energia. Nada temos a “fazer” com o amor incondicional, apenas reconhecer a sua presença.

“Gostar” é muito diferente, porque é um julgamento e uma expressão da energia emocional que, embora o confundamos com o amor incondicional, não são a mesma coisa. O Julgamento é o fundamento da energia emocional, que faz parte da terceira dimensão. Quando você expressa uma emoção, está também expressando um julgamento, porque tem que criar um julgamento para ter esta emoção.

Você pode gostar de brócolis e não gostar de rabanete. Pode gostar de uma coisa e não gostar de outra. Quando diz que gosta de algo ou de alguém, você está simplesmente expressando um julgamento. Achamos que a expressão da energia do amor incondicional somente se estende àquelas coisas que “gostamos’ e com as quais estamos confortáveis. Mas isto não é verdade. O amor incondicional existe sem julgamento e assim que tentamos unir o julgamento da energia emocional e o não julgamento do amor incondicional, criamos um conflito. Se temos que amar a todos, o que fazemos em relação às pessoas que não gostamos?

Nós gostamos daquelas coisas com cuja energia nos sentimos alinhados e que ressoa com a nossa. A um nível mais elevado, todos nós temos ressonância e estamos conectados com e através do amor incondicional. Então temos que nos conectar com a energia dos outros e é aí que as coisas ficam confusas. O sentimento de que não gostamos de alguém, significa que as suas vibrações energéticas não estão alinhadas com as nossas. Assim, eles nos deixam desconfortáveis, criam os nossos medos, não podemos nos conectar com eles de maneiras que nos tragam alegria, porque não há nenhum alinhamento energético. Isto não significa que não possamos lhes dar o amor incondicional, porque podemos, através da remoção de nossas energias emocionais e julgamentos.

Expressar a energia do amor incondicional na terceira dimensão exige desprendimento e aceitação, onde você está desvinculado de qualquer julgamento e aceita a tudo e a todos, a cada momento. Isto não significa que você tenha que gostar da energia, querer estar perto dela ou tentar adaptá-la a sua vida: você tem apenas que aceitá-la e não julgá-la.

Isto se torna mais difícil com a família, porque todos nós temos julgamentos sobre os relacionamentos familiares e que tipos de emoções e de conexões devem existir dentro deles. Mas ainda que concedamos a nossa família o amor incondicional, podemos ainda nos sentir desalinhados energeticamente com eles. Não temos que tentar encontrar maneiras de gostar deles e criarmos uma conexão emocional.

De fato, dar-nos permissão de reconhecer a nossa incompatibilidade energética, pode ser uma escolha muito estimulante, dando-nos alegria, paz de espírito e satisfação. Apenas porque amamos alguém, não significa que temos que gostar dele. Que conceito! Temos apenas que aceitá-lo,  sem julgamento, desligarmo-nos de quaisquer obrigações emocionais que impomos a nós mesmos e liberarmos os nossos julgamentos.

Esteja no amor incondicional e crie a sua vida a partir deste ponto. Reconheça que o que você não gosta, representa um desalinhamento energético e reconheça-o sem julgamento, mantendo o fluxo de sua energia. Isto permite que as energias mais elevadas do amor incondicional estejam presentes na terceira dimensão e nos libere de quaisquer obrigações de tentar nos alinhar a situações e pessoas que não se encaixam em nossa energia. E isto cria relacionamentos tranqüilos, satisfatórios, que são livres de julgamentos e de expectativas, que servem ao desejo de todos para alegria, paz, abundância e amor."

www.urielheals.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

12 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Li e me senti bem lendo...
Osho em seus dizeres me ensinou que tudo o que o outro faz, pensa, diz não nos pertence...portanto não é nosso. Se não é nosso, incomoda por que?
É mais ou menos como está explicado aqui neste texto.
E assim vamos aprendendo e principalmente praticando. Viver a vida no amor!
Um beijo Marcelo, por mais este post bonito...
Astrid Annabelle

MARCELO DALLA disse...

Amiga querida!
Sim, sempre gosto de tudo o que o Osho diz. O desafio é quando temos que conviver com uma pessoa que vive em conflito, ao nosso lado, quando procuramos cultivar paz... Tentamos ajudar, mas muitas vezes a pessoa não quer ajuda e o melhor é ficar calado. E se afastar na medida do possivel, enviando amor e compreensão.
bjossssssss

Astrid Annabelle disse...

Claro, você tem toda a razão Marcelo.
Nesse caso eu faço sempre a pergunta: por que preciso disso?
E ajudar...só se a pessoa pedir, caso contrário fazer como você disse, enviar amor nada mais!
Costumam ser as nossas sombras que não gostamos de ver....
Mais um beijo
Astrid Annabelle

MARCELO DALLA disse...

Sim, com certeza é uma parte de nós... somos todos um!!! Mas daí chega de novo a pergunta: será que já não resolvi isso em mim? Se sim, devo então me afastar... Mesmo que seja um familiar.
Bjos querida!!!!

PATRICIA KARLA disse...

Já passei por situação semelhante com familiar próximo e com o tempo e amadurecimento descobri a repulsão por alguém se explica por não aceitarmos determinado defeito em nós mesmos. O julgamento é algo destruidor e afasta pessoas q poderiam resolver o mesmo problema juntas, analisando-se mutuamente, perdoando e sendo perdoado. Mas só o tempo traz as respostas.

Astrid Annabelle disse...

A pegadinha aqui é a seguinte: se o assunto volta não foi resolvido...nossa mente nos engana sempre...
Familiar é tão outra pessoa como qualquer outra pessoa de fato. Existem os laços sangüineos sim...e creio por serem "lições especiais". Todo familiar é uma lição especial.
Eu não diria afastar Marcelo...mesmo porque a vida separa você daquilo que não precisa mais...isso eu sei com certeza por experiência!
O que está na sua vida, no seu mundo, é assunto seu.

Vamos combinar um dia e nos sentar para trocar essa idéia....vai ser uma delícia!
Beijão.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Marcelo

Gostei muito do post e partilhei-o no meu FB. É um tema muito interessante e oportuno, pois olho à volta e encontro isso. Nas consultas é mesmo assunto sério. Os medos, os recalques, os desassossegos são sempre muitos.

Gostei da vossa conversa, Astrid e Marcelo.

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

Um belo texto sem dúvida e os comentários complementam !
Beijo Marcelo

Bárbara disse...

Um aprendizado diário!!!... Quiçá, eterno!!!...

E legal demais, a metáfora com as sombras!... Ouso dizer até, que em determinados casos exacerbados de "vibrações conflitantes, de desgostos e discórdias", "aqueles" que "tudo sabem", "tudo julgam e criticam", são CRIATURAS VAMPIRAS mesmo, que por mais que você tente conviver e relevar, sugarão a nossa PAZ, HARMONIA e até o nosso ENTUSIASMO EM MOMENTOS PRECIOSOS!!!...

Aí, ainda constato que O AFASTAMENTO SE FAZ INEVITÁVEL E VITAL, para seguirmos O NOSSO PLANO DE EVOLUÇÃO PELO BEM E PARA O BEM, sem hipocrisia. E claro, emanando na medida do possível, MANSIDÃO E O AMOR INCONDICIONAL, tanto para com "o outro", quanto, a começar para O NOSSO EU, mais profundo e sincero. "AMAR O PRÓXIMO, COMO A SI MESMO. MAS, NÃO MAIS QUE A SI MESMO!"

E, independente do meu grau de compreensão e evolução, QUANDO O TORMENTO E DESAVENÇAS criados por determinado(s) ser(es) é uma constante, a máxima: "A VERDADE LIBERTA", é uma LUZ, para ser verdadeira comigo mesma e ME AFASTAR. "VIVER E DEIXAR VIVER".

Eu, buscando sempre e optando pelo caminho do RESPEITO E DO BEM VIVER, os demais, sabe-se lá...

Agora, Marcelo, que texto e comentários de todos acima, enriquecedores!!!...

Agradecida demais!!!!!!!!...

Beijos,
Bárbara/RJ ;o))

Astrid Annabelle disse...

Um beijo para todos os que estiveram comentando por aqui...aprendemos muito!!!
Beijão Marcelo
Astrid Annabelle
{acordar ouvindo a música aqui postada é lindo demais!!!}

Bárbara disse...

Ah... AMEI o seu texto de hoje: "Desculpe o transtorno, estou em construção."

Complementa com louvor, este texto, sobre "AMAR AS PESSOAS..."!!!...

E estou há um bom tempo, PERDOANDO e atualmente, analisando algumas relutâncias em PERDOAR + VOLTAR A CONVIVER... :o(

Ainda é "cedo", para muitos que continuam DESTRUINDO SEM PIEDADE, TUDO À SUA VOLTA, ENQUANTO ESTÃO SE CONSTRUINDO, ao menos, pela minha ótica atual!... Posso até repensar... Aliás, sou adepta do perdão e da prática do bem e do amor verdadeiro, amém!!!!!!...

Mas, também existe para alguns, o seguinte destino: APRENDER a serem humildes, verdadeiramente fraternos, gratos e realmente amorosos e altruístas... E aí, li a seguinte frase: "A lição só termina, quando cumpre o papel de ensinar."

Estou me construindo também, porém, evitando a todo custo, prejudicar os demais, pois, O SOL NASCE PARA TODOS e subestimar a inteligência e o valor dos que nos rodeiam, acredito ser uma falha de caráter bem grave, grosseira e destrutiva... Aí, por hora, ainda estou fora, deste tipo de convivência.

Beijossss,
Bárbara/RJ.

MARIANGELA BARRETO disse...

Fantástico este post Marcelo, artigo muito esclarecedor e iluminado,porque esta questão é inquietante..adorei e estou compartilhando no meu blog, com as devidas referencias de fonte e autoria... beijos!

Namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...