segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O QUE É VOCAÇÃO?


Olá amigos!
O texto abaixo é de Vivian Weyrich, do blog UNIVERSO EM VOCÊ. Recomendo! Aproveito para lembrar que Mercúrio retrógrado está em conjunção com Marte, Plutão e Nodo Norte. É tempo de rever o que passou e ao mesmo tempo olhar para o futuro, estabelecer diretrizes. Tempo de abandonar o que está velho para que venha o novo. Tenhamos todos uma excelente semana!

"Vocação é a voz que vem do coração e é através dessa voz que o seu desejo vai ser manipulado na alquimia que transforma o seu mundo interior e aciona o mundo exterior.

A sua vida pode estar agora distante da sua vocação, da voz da sua alma, porém a sua realidade atual é só um fragmento ilusório que irá mudar quando você estiver pronto. A partir do momento em que reconhecemos a voz que vem do coração, começamos a dar abertura para que o universo realize os nossos desejos. Ao reconhecer a sua vocação você estará dando uma ordem de comando sobre a proposta da alma para essa vida.

Reconhecer a sua vocação é o mesmo que reconhecer o seu padrão vital por onde a seiva de luz do seu espírito respira. É o encontro com a sua graça na vida.

É ISSO!! É ISSO QUE EU QUERO, E É POR ESTE CAMINHO QUE VOU TRILHAR.

As pessoas mais felizes são aquelas que reconheceram a voz do seu coração, mesmo que elas ainda não estejam vivendo de acordo com um padrão de vida almejado, elas estão movidas pela sua paixão e isso faz com que o milagre do sincrodestino aconteça. Esse movimento mágico em seu interior é a proposta de felicidade que fará com que você esteja imerso no júbilo espiritual e físico.

No início, uma vocação pode soar estranhamente para a mente, mas na medida em que você vai se acostumando com a nova proposta, vai também atraindo uma nova e compatível realidade. No momento em que você descobre o seu desejo e faz dele a graça da sua vida, nada poderá deter o rumo da realização."

http://universoemvoce.blogspot.com/

19 comentários:

Daniela Scheifler disse...

Que belo texto, Marcelo!Parabéns à Vivian Weyrich! Adorei vários trechos, um deles: 'Reconhecer a sua vocação é o mesmo que reconhecer o seu padrão vital por onde a seiva de luz do seu espírito respira. É o encontro com a sua graça na vida.'

E mais este:

'As pessoas mais felizes são aquelas que reconheceram a voz do seu coração, mesmo que elas ainda não estejam vivendo de acordo com um padrão de vida almejado, elas estão movidas pela sua paixão e isso faz com que o milagre do sincrodestino aconteça.'

E Plutão segue no Capricórnio :-)

beijos nos dois!

Daniela Scheifler disse...

ah, só pra complementar: tanta gente por aí se matando de trabalhar num lugar que não gosta, né? Só para manter um padrão ou para ter a ilusão de segurança.

O mundo ainda vai mudar muito com esse Plutão em Capricórnio.

beijos!

marcelo dalla disse...

Dani querida: é verdade!!!! Tuda essa conjunção acontece em Capricórnio e tem as ver com os questionamentos profissionais.

Plutão ficará um bom tempo em Capricórnio transformando profundamente as estruturas da sociedade.

bjosssssssss

Paula disse...

Marcelinho você é o cara !!! kkkk
Qdo eu tinha 16 anos estudava em colégio de freira. Uma delas sempre me dizia vc. precisar escolher a sua vocacão, e pra isto deve ouvir a voz do seu coracão. Eu não entendia nada, acahava que ela queria dizer que eu devria ser freira.
Hj. entendo todas as respostas estão na voz do coracão.
Muito assertivo vc.
ahhh... e esta música...uuuiiiiiifala sério !!!
Bjooss

marcelo dalla disse...

Paula: que bom que está gostando!!!!!!!!! É um prazer poder compartilhar mensagens de sabedoria como esta e saber que são bem recebidas por outras pessoas.
grande bjo

António Rosa disse...

Marcelo,

Post fantástico. Lindo texto da Vivian Weyrich, que vou conhecer já a seguir.

E quantas verdades... infelizmente, apenas ao alcance de uns quantos.

Não me esqueço que milhões de pessoas em todo o mundo trabalham para sobreviverem à fome. Costumo dizer com toda a seriedade possível, que são os esquecidos do mundo. São, os sem mapa.

Abraço.

marcelo dalla disse...

Antônio: descobri o blog da Vivian recentemente e gostei muito. Ela trata de temas que nos apetecem.

O que nos alivia é saber que mesmo os esquecidos do mundo terão seu momento de despertar, mais cedo ou mais tarde. Enquanto isso, sigamos trabalhando, fazendo nossa parte.

Trabalho, aliás, que você realiza mn
uito bem!
abraço

Gisela disse...

Eu entendo isso de "voz do coração", mas com MC em Gêmeos e NS lá, Vênus e Lua na 10, longe do MC, realmente não consigo ser "voz do coração". Não consigo. Meu coração apontou e aponta tantos caminhos... Estaria no FC a resposta a qual tanto almejo? O dinheiro não vem com a voz do coração e o problema não é nem questão de padrão de vida e sim de miséria mesmo. Padrão de vida a gente fala quando ganha o mínimo. E também não acredito em esforços, porque precisa ser direcionado, focado e o mais difícil é saber, construir esse foco, entende? As influências de um país, de um corpo físico, uma aparência, amigos, família são grandes demais. No caso do meu mapa é bem horrível isso. Acho que de repente eu tenho vocação só pra escrever mesmo. Isso é de graça, mas como se faz para sair do lugar quando mortes ocupam o espaço do "vocare'? Eu acho muito complicado tudo isso. Tem que juntar as duas astrologias- medieval e tradicional + o "tal coração", porque tá difici, viste?!

;-)))))

Gisela disse...

Achei formidável o comentário da Paula, porque no meu caso foi o oposto. Estudei 9 anos num colégio de freiras, fiz 9 anos de Religião, li muitos trechos da Bíblia e adorava aqueles filmes e trabalhos sobre Jesus Cristo, apóstolos, etc. Mas nunca me apareceu uma freira legal que dissesse algo que falasse fundo no meu coração. Não à toa, o colégio faliu por ganância, corrupção e má administração de uma delas. Minha família quase toda estudou lá.

Ao mesmo tempo que as tradições de uma instituição são importantes e mantem algo vivo, é também/pode ser o que a destrói.

Eu com certeza devo ter voca~ção pra missionária. ;-))) Por ter sido uma criança comportada e meiguinha, acho que me pegavam pra Cristo. Até hoje assim mas consigo me defender melhor. A Hilda Hilst tinha Marte em Peixes, trauma com madres. Deu no que deu: escritora ma-ra-vi-lho-sa; pena que se foi e não recebeu o devido valor que merecia.

O chamado é mais forte mesmo! Viva a vocação!

HSLO disse...

Muito importante isso, escutar a voz do coração e seguir sua vocação. Foi isso que aconteceu em minha vida, ao escolher a profissão de pedagogo. Eu amo muito o que faço.

Ótima postagem.

abraços
de luz e paz

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Marcelo!
Que texto maravilhoso, para não dizer fantástico!
Vou conhecer a Vivian Weyrich logo ao sair daqui!
Nós sabemos o quanto isso é real. O quanto seguir o caminho do coração abre portas!
Lindo mesmo!

Vim também para lhe comunicar que você, o António e eu viramos o Trio Los Três! rsss
Estamos juntos no Hierophant!
Disse isso em um comentário para o António lá em casa e avisei que iria lhe contar!!!hehehe

Um beijo na tua alma para um lindo dia!
Astrid Annabelle

Maria de Fátima disse...

Olá querido Marcelo, lindo post.Eu trabalho como telefonista numa empresa de comércio de máquinas e ferramentas para a indústria metalomecânica, gosto muito do que faço; mas penso que ainda não ouvi a voz do meu coração em relação à minha vocação, risos.Beijocas.

marcelo dalla disse...

Gisela: belo depoimento! Estamos num tempo mesmo de rever tudo isso. Viemos com uma missão que tem a ver com nossa vocação, isso é fato!!!
grande bjo

marcelo dalla disse...

Hugo, que bom!!!!!!!! Pois que continue assim. Sucesso pra vc, meu querido!!!
abraço

marcelo dalla disse...

Astrid: Adorei o "Trio Los Tres". kkkkkkkkkkkkkkk Vou na Hierophant te achar por lá!
Grande bjo, querida!!!

marcelo dalla disse...

Maria de Fátima: nunca é tarde... Penso q todos devemos ter alguma atividade criativa ou artística!!!!
bjossssssssss

Daniella Caruso disse...

Muito interessante, Marcelo!
pena que às vezes, a vocação de uma pessoa não encontra respaldo nem ajuda de ninguém que a concretize. Sempre um ótimo texto!
Bom fim de semana pra você.

Filomena Nunes disse...

Viva Marcelo,

Não é ao acaso que a casa 6 fala do trabalho e da saúde.. quem não trabalha no que gosta, mais cedo ou mais tarde, somatiza.. :P

Gostei muito do artigo.. vou lá conhecer o blog.

Beijinhos :))

Anônimo disse...

Excelente!
Destaco: Ao reconhecer a sua vocação você estará dando uma ordem de comando sobre a proposta da alma para essa vida.

namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...