quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

UM PASSEIO PELA SERRA DA MANTIQUEIRA


Olá amigos!
Hoje convido vocês para um passeio pelas montanhas mágicas da minha terra - a Serra da Mantiqueira. Uma região abençoada, um verdadeiro presente de Deus pro nosso Brasil. Essa grande serra fica na região sudeste do país, é formada por uma cadeia de montanhas que divide três estados: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 


Pelas estradas vemos casinhas entre as montanhas, lugares onde a paz predomina. O verde e o ar puro nos lembram da importância de preservar nossos bens naturais.



Essa é a famosa Pedra do Baú. Já estive lá em cima, acreditam? Uma paisagem de beleza estonteante. Fui com a turma da Triboo! uma agência de montanhismo que oferece passeios com guias e equipamentos de segurança, roteiros de alpinismo, rafting, ciclismo, caminhadas. Aliás, o turismo ecológico cresce a cada dia na região.


É muito alto! A serra tem altitude média de 1200 a 2800 metros, algumas cidades ficam a mais de mil metros da altura. Os pontos mais altos são a Pedra da Mina, com 2.798,39 metros e o Pico das Agulhas Negras: 2.792,66 metros.


Um dos lindos lugares pra se visitar é o Mosteiro de Serra Clara, no município de Delfim Moreira, fundado por um monge beneditino na década de 50. Hoje está desativado, mas aberto para visitações. A região foi apelidada pelos monges de "a Suíça brasileira".


Os novos proprietários restauraram e adaptaram o Mosteiro e a fazenda para receber hóspedes. Mantiveram as características do Mosteiro e a filosofia de hospitalidade das regras de São Bento.


Cachoeiras é o que não faltam na região. São tantas que nem sentimos falta do mar. Aliás, cá entre nós, quer riqueza maior do que abundantes mananciais de água doce? Isso nenhum dinheiro do mundo pode pagar. Como dizia minha vó: - Benza Deus!


Estradas de terra revelam em cada curva paisagens bucólicas que são pura poesia. Sim, esta é minha declaração de amor e gratidão por ter crescido neste lugar e viajado por toda a vida nessas estradas...


Mais cachoeiras! Essa fica em Gonçalves, uma das cidades mais turísticas, preferida pela turma de São Paulo. Cada pousada é mais encantadora do que a outra, como podem ver neste site aqui.


Montanhas por todos os lados. E ainda não falei da famosa e típica cozinha mineira, feita no fogão a lenha. Só de pensar já me dá água na boca.


Em Gonçalves também encontramos várias opções de passeios e trilhas, como podem ver aqui. Aí na foto acima o rapaz está de braços abertos na Pedra Bonita. O nome já diz tudo. 


Essa foto aí de cima fui eu que tirei. A criação de gado é muito comum na região, esse é meu amigo bezerro. Por favor, não comam nunca mais baby beef!!!! Meu amigo agradece. Olha a carinha dele...


E pelas montanhas vamos chegando a Itajubá, a minha cidade natal. Está localizada a 254 km de São Paulo, 315 km do Rio de Janeiro e 445 km de Belo Horizonte. Sua altitude de 850 metros e sua posição na Serra da Mantiqueira lhe conferem um agradável clima de montanha, com temperatura média de 18o C.

A cidade possui cerca de 100.000 habitantes. Suas atividades econômicas principais são a agropecuária e a industrial, nas áreas de mecânica fina, eletromecânica e aeronáutica, esta última representada pela Helibrás, empresa fabricante de helicópteros. Mas é sobretudo no ensino que Itajubá se destaca.


Temos a UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá e outras escolas de ensino superior. A cidade também é procurada por seus cursos de especialização técnica.


Olha o pessoal da Triboo! de novo aí, fazendo rafting. Que tal, vamos?


A cidade mais alta e mais fria de Minas Gerais fica pertinho de Itajubá - Maria da Fé. Nome lindo pra uma cidade, não? Sua altitude ultrapassa os 1.200 metros. Na região encontramos muitas araucárias. Devido ao clima, estão investindo em plantação de oliveiras.


A cidade também está se transformando num polo de design. No mês de julho promove o Festival de Inverno, onde expositores e artístas plásticos comercializam seus produtos. A arte com fibra da folha de bananeira, com cipó e papel Kraft já conquistou famosos decoradores de todo o país
.

E vamos em frente, pelos caminhos do sul das Gerais. Essa foto acima é de minha autoria, tirada numas das tardes ensolaradas de verão. Vamos comigo, que tenho mais alguns lugares pra mostrar.


A pedra gigante acima é chamada carinhosamente de Pedrão. Na minha infância meu avô tinha um sítio com uma cachoeira aos pés dessa pedra. Muitas lembranças!


Essa simpática cidadezinha aí de cima é Pedralva, favorecida pelas belas paisagens montanhosas... Em julho acontece o Pedrock Festival,  que reúne várias bandas de rock. Algumas pessoas defendem que a cidade tem a melhor cachaça do Brasil.


Na foto acima vemos o Pico do Galo e o Morro da Pirâmide. A foto foi tirada de outro local muito visitado pelos montanhistas, a Pedra Aguda. Chegar em seu cume através de sua bela floresta é simplesmente sensacional, pois de lá avistamos todo o Vale do Sapucaí, a cidade de Itajubá e láaaaaaaa longe o Pico dos Marins.


Esse é o Rio Sapucaí, famoso rio que corta a região, ainda bebê, descendo a serra. A água é muito gelada! 


Grandes fazendas  e casinhas simples do pessoal do campo... A foto acima é outra de minha coleção particular. Quanto mais simples a casinha, mais sincero o "bom dia".


Essa cidade da foto acima é Brasópolis. Conhecida por abrigar um dos maiores observatórios astronômicos do país o Observatório do Pico dos Dias, a 1864 metros acima do nível do mar.


Já vem caindo a noite. O céu da Mantiqueira é dos mais estrelados. Um poeta já disse que "o mar de Minas não é no mar, o mar de Minas é no céu". No observatório podemos observar as estrelas bem de perto. Quem quiser pode agendar uma visita aqui.


E depois do passeio voltamos pra Itajubá, pra saborear um delicioso jantar, contar "causos", jogar conversa fora. Povo bom de prosa! E de poesia também. Não posso deixar de citar o amigo Gildes Bezerra, famoso poeta da cidade. Gildes é um artesão do belo, um modelador de sentimentos, um espelho para a natureza que está dentro e fora de nós. É perito em coração, saudades e luas. Aproveito pra compartilhar aqui um de seus belos poemas:


Minas da Lua
(Gildes Bezerra)

A lua nasce do ventre de Minas
Entre colinas e quaresmais
E eu ponteio a viola enfeitada
De fita encarnada
Pra lua escutar

Tambem as serras de Minas são belas
E são tão altas que de cima delas
Deus olha a terra
E a lua que banha as belezas Gerais
E com certeza o céu e o chão
Daquele sertão
Que é Minas de lá
E as estrelas no céu são boiadas
Que de madrugada
Repastam a paz

De noite Minas se enfeita de prata
Se está no cio, se deita na mata
E então beija o céu
Fica prenhe de lua, de luz de luar



Faltou falar de Piranguinho, Cristina, Passa Quatro, Itanhandú, Baependi e tantas outras cidades mágicas, encantadas pela beleza da serra. E eu vou parar por aqui, porque este post já vai longo e sinceramente, eu fui às lágrimas com ele. Minha Lua em Câncer é chorona! 

Espero que tenham apreciado a viagem. Sejamos felizes!

21 comentários:

Astrid Annabelle disse...

MARAVILHOSA viagem ao seu lado Marcelo. Lindas imagens de Minas cantadas por você! Fiquei e estou encantada.
Parabéns. Isso faz um bem enorme para quem puder ver. Irei partilhar com certeza.
Um beijo grande nesta lua chorona...
Astrid Annabelle

Merry disse...

Que perfeita as imagens! Já vai para minha lista de viagens, lugares que quero conhecer.

MARCELO DALLA disse...

Astrid, minha amiga querida!!!!
Falar de Minas e suas montanhas me emociona demais... é uma emoção boa, misto de gratidão, contentamento, saudade e sei mais o quê. hehehehe
Fico feliz em saber que conseguiu captar o espírito da coisa!!!
bjossssss

MARCELO DALLA disse...

Merry: Vlae a pena, querida! Não vai se arrepender. Neste post vc encontra várias dicas e informações nos links em azul.
bjossssss

arKana disse...

uau Marcelo! que terra linda :) as imagens estão de chorar por mais e a forma como acompanhas as imagens transpira amor.
adorei fazer este passeio!
Beijos

Monica David disse...

Maravilhoso Marcelo!!!Obrigada por mais essa experiência única!!! Ò saudade dessa Serra...bjssssss, Monica

MARCELO DALLA disse...

Arkana: Agradeço, querida! Realmente coloquei todo o meu amor neste post! :)
Bjosssss

MARCELO DALLA disse...

Mônica querida!!!!!
Depois desse post parece que dá mais saudade ainda, né? Só quem é de lá compreende a magia da serra...
grande bjo

Eneida Freire disse...

Maravilhosas fotos!!!
Amei o passeio virtual!
Abraço!
http://tengapaisajes.blogspot.com

Cláudia disse...

Lindo poema... lindas imagens...lindo você! Obrigada por compartilhar de sua sensibilidade, beleza e amor pela natureza, pelos animais, pelas pessoas ... Nascer em Minas trouxe isso para nós. Beijos e um bom dia!

António Rosa disse...

Marcelo

Estonteante roteiro de sonho. Lindo e de cortar a respiração. Muito inspirado.

Grande abraço.

António

Fatima disse...

Amei viajar com vc pelas terras de Minas!
Bjs.

VELOSO disse...

Obrigado pelo passeio até vou sair no quintal para olhar um pouquinho para essa minha vizinha tão linda, a Serra!

erika disse...

Marcelo!

Adorei a viagem!!
Minas é muito especial mesmo, adoro seus ares!
Obrigada pela partilha!!
beijos,

Astrid Annabelle disse...

Li tudo de novo..me emocionei de novo... amei de novo...
Como não gostar de um roteiro desses? Como disse o António, de tirar o fôlego...
Lindo sua terra, lindo o nosso Brasil que coleciona paraísos!!!
Um beijo muito sentido...feliz mesmo, Marcelo.
Astrid Annabelle

Unknown disse...

Caro Marcelo, vc é só talentos! Escreve com o coração e me fez lembrar de lugares que pertencem a minha infância também! Emocionado, corri para dois livros do Gildes que tenho e matei a saudade. Ouvi o poema que vc escreveu, na música do saudoso clovis Maciel, o Gordo... Mais saudades ainda tive. O Sul de minas e sua gente é muito especial! Faz parte de minha alma. Sou feliz por isso e tbem sigo adiante espalhando minas por onde vou! Obrigado, muito obrigado

Beatriz Ricardo disse...

Saudades de tudo isso!

Raul Barcello disse...

Eu gosto muito de Monte Verde, que fica perto de Gonçalves! Da última vez fiquei hospedado na Pousada Carícia do Vento, fica uns 600Mt da Avenida principal e com uma linda vista! Uma excelente opção de hospedagens é o Portal Pousadas em Monte Verde ( www.pousadasemmonteverde.com.br ) que além de ter várias opções de hospedagens, tem um rico conteúdo para quem está indo pela primeira vez!

Abraço a todos!

Marcelo Nogueira disse...

e ai xara me amarrei na tua trip ja fiz a estrada real e sou um eterno apaixonado pelas gerais conheço bem a serra valeu irmao seja feliz.

Unknown disse...

Muito bom os comentários das cidades da Serra e sobre Campos do Jordão.Estive in residence The Writer House em Campos do Jordão,realmente a estância é tudo de bom e sobre a The Writer House ,a casa do escritor é algo inovador em termos de Brasil e a escolha de Campos do Jordão para sediar este projeto inspirado num conceito igual americano não poderia ser diferente,pois,a região está localizada entre diversas cidades literárias como Taubaté ,a capital da literatura infantil e a cidade de Monteiro Lobato.Estive na Hub City ,e sei como esse projeto literário foi fundamental para a cidade Spartanburg, SC. Em maio de 1995, três escritores se conheceram em uma cafeteria com uma idéia para um livro, uma antologia sobre a experiência de viver em Spartanburg, SC. Desde então, o Writers Project Hub City já publicou mais de 65 títulos e 500 escritores, estabeleceu uma livraria independente, e desde a educação escrita criativa para milhares de pessoas.Parabéns para o Curador brasileiro da The Writer House ,a casa do escritor em Campos do Jordão!VOLTAREI BREVE A TODA A REGIÃO DA MANTIQUEIRA!!!

Unknown disse...

Olá amigos ;
Adorei o blog,e vou dar uma dica sobre The Writer’s House , casa do escritor um espaço com mais de mil metros quadrados e está situado no ponto mais alto do país com acesso de carro e infraestrutura completa. The Writer’s House foi projetada para ser um lugar para os escritores e futuros escritores que virão para pensar, falar e escrever bem, e também para profissionais, executivos e empresas para desenvolver processos criativos para as diversas áreas da arte , comunicação e marketing.The Writer House é um ambiente único, que oferece aos melhores escritores do país que fazem desta casa um lugar para discutir a arte e o ofício de seu trabalho na companhia de seus pares ; inspirado no Hub City Writers Project americano , vem a desempenhar um papel vital na vida cultural da cidade de Campos do Jordão , Estado de São Paulo, Brasil, inclusive de forma objetiva na cena cultural internacional e de turismo literário.
Venha conhecer The Writer’s House ,a casa do escritor projeto inovador , concebido e desenvolvido por empresas e profissionais de comunicação , marketing , turismo e conceituadas empresas de negócios .
Um lugar de arte ,cultura literária próspera que continua a contar histórias exclusivas para leitores de todo o mundo de hoje e para o futuro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...