terça-feira, 22 de março de 2011

MEDITAÇÃO PARA ENCONTRAR SEU ANIMAL DE PODER - participação de Siala no projeto MEDITAÇÃO ILUSTRADA


Olá amigos!
Bem vindos a mais um post da série MEDITAÇÃO ILUSTRADA. Neste projeto, em cada ilustração vemos um personagem diferente num cenário diferente, mas sempre a meditar na mesma posição. Para acompanhar as ilustrações, amigos convidados contam sua experiência pessoal, compartilham exercícios, ensinamentos ou qualquer informação que acharem relevante sobre meditação.

Desta vez a convidada é a querida Cristina Paulo (seu avatar é Siala), dona dos blogs A ENERGIA VITAL  e ALFA ERI. Ela nos traz uma vivência xamânica para quem quer encontrar seu ANIMAL DE PODER. Quem não conhece o assunto pode pesquisar sobre o significado dos animais de poder para ficar mais familiarizado. Uma rápida pesquisa no Google traz muitos resultados. Encontrei um texto bem interessante aqui, por exemplo. Vamos ao exercício:

MEDITAÇÃO PARA ENCONTRAR SEU ANIMAL DE PODER

Antes de mais quero agradecer ao Marcelo o convite para participar neste lindo projecto! É para mim uma honra estar aqui!

Marcelo, de coração para coração, NAMASTÉ !

A minha primeira meditação guiada foi a descoberta do meu animal de poder do momento. Marcou-me profundamente e foi uma experiência que me acompanhará para todo o sempre.

A minha conexão inata com Gaia permitiu-me  reconhecer  o Corvo como o meu Animal de Poder fixo, através de várias experiências e encontros, quer reais, quer em sonhos.  Estas experiências não obedeceram a qualquer técnica ou ritual que eu tenha estudado ou que alguém me tenha ensinado, foi algo que brotou de dentro de mim e que eu consegui intuir. Por isso digo sempre que o que vale para mim pode não valer para o outro...há muitos caminhos, todos válidos, e a jornada é sempre pessoal e única.

Ao longo da vida são vários os animais de poder que nos tentam contactar para nos ajudar a ultrapassar determinadas barreiras ou situações, a sua energia paira sobre nós mas somos nós que temos que dar o passo para a recebermos e incorporarmos.

É exactamente em alturas de crise,  alturas chave na nossa existência aqui na Terra, quando muitas vezes pensamos que estamos sozinhos e abandonados, que mais estamos acompanhados...basta abrir o nosso coração...fazer silêncio...e receber...

Há várias formas de fazer esta meditação, pode ler várias vezes até conseguir guiar-se a si mesmo,  pode gravá-la em MP3 (por exemplo) com uma musica de fundo calma, ou caso participe num grupo de meditação, podem escolher um guia e fazê-la em conjunto.

Tenha sempre um caderno e uma caneta por perto para poder registar a sua experiência. Pode também tapar-se com uma manta...esta pode ser uma meditação longa e convém manter o corpo quente e confortável.

Dedique uns minutos a preparar o local, assegure-se que não será interrompido,  acenda velas e incenso se assim desejar, coloque uma musica relaxante e calma, com sons da natureza ou a batida do tambor.

Sente-se ou deite-se, confortável, relaxado...feche os olhos...

Respire...inspire profundamente pelo nariz...retenha por breves segundos e então expire lentamente  pela boca...inspire cada vez mais profundamente, veja o ar entrar no seu ser como uma energia pura, branca e dourada, uma luz que inunda a sua corrente sanguinea e toca todas as células, todos os seus órgãos...sinta cada célula libertar-se das impurezas quando retem a respiração e expire-as lentamente para fora de si...a cada expiração sinta-se mais leve, mais limpo, mais puro...(repetir as vezes que forem necessárias até estar completamente relaxado e entregue)

Olhe á sua volta...no chão está um alçapão de madeira, com uma argola de ferro, puxe-a e abra-o...por baixo estende-se uma escadaria até perder de vista...comece a descer, degrau a degrau...o ar está mais pesado...as paredes são rugosas e negras, humidas...a luz da entrada está cada vez mais fraca...

...continue a descer...os olhos habituam-se á escuridão...as paredes são agora repletas de cristais...toque-os...sinta a energia que eles emanam...desça...cada vez mais...

...por entre os cristais há raízes de árvores que se entrelaçam...o cheiro a terra molhada é forte agora... algures água corre e pinga...chega finalmente ao fim da escadaria...está numa caverna...os seus pés descalços sentem o calor do chão de turfa...mais á frente há luz...e o som de pássaros a cantar...

Encaminhe-se para a abertura da gruta, afaste as ramagens que a encobrem e inspire o aroma de uma manhã de Primavera...proteja os olhos com o braço...a luz do Sol é a mais cristalina que alguma vez viu...borboletas voam ao seu redor...admire a sua dança de leveza...

...há um pequeno prado pontilhado de flores de todas as cores...amarelas...roxas...vermelhas... cor de rosa...abelhas voam atarefadas recolhendo o pólen...oiça-as zumbir...pardais, melros, cotovias,  andorinhas...voam e cantam...brincam...repletos de vida...a temperatura é amena...funda-se com tudo o que vê...sinta-se parte deste lugar mágico...vibre na mesma sintonia...seja um com tudo o que o rodeia...

...comece então a andar...sinta a erva fresca, a terra pulsante...atravesse o prado e siga o caminho estreito que se embrenha entre as árvores de um bosque...os raios de Sol são filtrados pelos ramos repletos de folhas e derramam-se como uma caricia sobre o caminho...as árvores são agora maiores...gigantes...os troncos cada vez mais grossos...antigos...árvores anciãs...Mães da vida...oiça o sussurro do vento nas suas folhas...toque os troncos...sinta a aspereza, as rugosidades, a vibração...

O caminho começa agora a alargar-se, dando lugar a uma clareira de erva alta que baila ao sabor da briza...atravesse-a...há um regato que corre, de água fresca e pura, que serpenteia por entre seixos lisos de várias cores...virado para o regato e de costas para si está uma figura gigantesca...o cabelo branco cai-lhe pelas costas abaixo quase até aos pés, num amaranhado de galhos, folhas e terra...as vestes são compridas, uma túnica que já foi branca e que agora não tem cor...o odor que dele emana é acre mas em perfeita harmonia com a natureza que o rodeia...

A figura vira-se para o encarar. É um homem muito idoso...a cara está sulcada pelas mesmas rugas profundas que viu nos troncos das árvores anciãs...a barba também branca divide-se em 3 tranças que chegam aos joelhos...os olhos são escuros...sem fim...a sua voz soa como um trovão...

“O que queres de mim?”

Responda que quer conhecer o seu animal de poder do momento, para assim receber ajuda e o honrar também.

Há uma rocha enorme coberta de liquens e musgo do lado esquerdo, o Ancião Druida tem um bastão na sua mão direita...ele ergue o bastão e vc acompanha o movimento com o olhar...O bastão cai sobre a Rocha...o som é ensurdecedor...o chão treme...tudo treme...um animal surge a correr entre  a vegetação e para mesmo á sua frente olhando-o na alma...que animal é?

Este é o seu animal de poder do momento. Sente-se no chão e conecte-se com ele...oiça o que ele tem para lhe dizer...respire com ele...seja ele...vá onde ele o levar...veja através dos seus olhos...sinta o que ele sente...seja ele...deixe-se ir...

(demore o tempo que quiser)

Regressado ao leito do riacho, agradeça ao seu animal de poder a honra que este lhe deu, agradeça ao Ancião com toda a humildade e amor do seu coração,  ele nada diz mas as suas palavras ressoam na sua alma “volte sempre que quiser, será sempre bem-vindo ao centro de si mesmo”

Olhe á sua volta e despeça-se da paisagem maravilhosa que o acolheu nesta viagem, respire profundamente, olhe para a sua esquerda...há uma árvore gigantesca, com o tronco mais largo que alguma vez viu, há uma fenda no tronco...aproxime-se...a fenda é uma abertura...entre...há uma escadaria em caracol que sobe até onde vc não consegue ver...suba os degraus...todos...suba...suba...respire...suba...até ao topo...estique os braços e force levemente e sinta o alçapão a abrir-se, suba os últimos degraus...está de volta...respire...veja o seu corpo e regresse a ele novamente...com amor...lentamente...permita-se o tempo necessário de re-habituação...respire...inspire...sustenha...expire...mexa os dedos das mãos, dos pés...respire...quando se sentir centrado, abra os olhos...devagar...está de volta...bem-vindo!

Aproveite para escrever de imediato a sua experiência, tudo o que mais o marcou. Investigue tudo o que puder sobre o seu animal de poder...As respostas estão todas dentro de si...
Namasté!

(Querida, creio que esta vivência vai beneficiar muitas pessoas. Agradeço de coração, foi uma honra e um prazer ter você como convidada. Namastê!)

42 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Deve ser uma experiência muito interessante :)

Namasté!

António Rosa disse...

Marcelo e Siala,

Vou fazer esta meditação com maior consciência, porque agora estava quase a 'ir' e perdia o resto do texto.

Gostei muito.

Parabéns a ambos, pois a ilustração está deliciosa, bem apropriada. O texto está especial.

Siala disse...

Especialmente Gaspas, é sim! Esta é uma meditação que nos conecta com uma parte de nós muito importante e ancestral. A vivência dos dias seguintes é também muito importante e reveladora!
Namasté!

Siala disse...

António, é uma meditação quase cinematográfica lol como muito bem me disse o Marcelo. Que bom que gostaste!!
Namasté

Siala disse...

Marcelo, meu querido!! A ilustração ficou LINDA!!!!!!!!!!! Obrigada de coração!!!
Namasté!

arKana disse...

Olá!
muitos parabéns Siala. Gostei muito. É muito especial ;) Vou experimentar, sem dúvida.
Muitos parabéns também Marcelo, a ilustração está demais!
Beijos

Siala disse...

arKana, esta meditação acompanhada pelo teu tambor pode tornar-se uma viagem surpreendente...
Namasté!

Maria de Fátima disse...

Olá queridos Marcelo e Siala, linda ilustração e linda meditação.Estão ambos de parabéns!Beijocas grandes aos dois.

Barbara disse...

Leão!

Meditação deliciosa, Siala. Muito obrigada.

Abraço!

Siala disse...

Fátima querida! Muito obrigada, e realmente é de salientar que a ilustração do Marcelo está fenomenal!!
Namasté!

Siala disse...

Barbara...Leão! :) um animal de poder muito poderoso e com uma energia muito rica, sem dúvida!!!
Namasté!

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Marcelo e Siala!
Que meditação forte...lendo eu entrei no "clima" e quando olhei nos olhos do Ancião ele me disse: - é preciso sair da net...rsss
Muito bom..adorei a ilustração. Com toda a certeza vou fazer.
Um beijão aos dois queridos!
Astrid Annabelle

Filomena Nunes disse...

Viva Marcelo, viva Siala.

Na leitura, concentrada, tive a visão de um cavalo branco, musculado, que surgiu de repente a correr e parou à minha frente. Não me disse nada, talvez porque era apenas uma leitura... não sei se vale.

Vou repetir em casa e ver o que acontece, se se confirma ou não..

Só queria deixar este registo porque não estava à espera de nada nem sei o significado.

Abraços aos dois e obrigada pela possibilidade desta experiência..

Filomena

Maria Izabel Viegas disse...

Siala amadalinda e Marcelo querido e lindo tbém...
acabei de escrever um comentário imenso, mas sumiu! Bem, não era prá ser...
Que dupla, hein? Ilustração maravilhosa.
E este ritual,profunde, xamãnico transcendental.( um suspiro.....)
Amei a manta a nos cobrir.
Facilita a cortar os limites da nossa ocidentalidade e adentrar no escuro da alma , pois os caminhos que levam ao GUIA MAIOR exige de nós ir com cuidado, respeitodos.
Todos os nossos irmãozinhos - criaturas da natureza, perceberão nossos cheiros, os odores da alma do povo de duas pernas: sentem a energia de quem não maltrata os animais nem destróem as plantas.
Não penetra quem não tem as marcas da União com todos os elementos.
neta descida - ascensional precisa dominar o medo. Qualquer movimento em falso, volta-se. A alma volta.
Ahhhh...que lindo momento!
Siala amada, estou numa transição. Olho os lobos a me dizer que sou da alcatéia, mas já, há algum tempo, uma sensação de nadar,há presenças :ondinas, seguida por delfins, toma minha alma a alegria dos golfinhos.
Em sonhos acordada e dormindo "sinto' a nova energia...é lindo!
Agradeço aos dois amados por este momento-meditação tão sério, belo.
"Uma Siala sabe e tem as chaves do Portal!" Maravilhosa!
Obrigada, querida do meu coração!
Obrigada, querido do meu coração!
Beijos!!!

Adelaide Figueiredo disse...

Siala e Marcelo,

Gostei muito da leitura. Irei experimentar com calma, em silêncio e muito concentrada. É tentador :)

Abraço a ambos

Siala disse...

Querida Astrid!! Olha que o ancião tem sempre razão, afinal de contas, ele é parte de nós também rsssss
Beijo enorme!
Namasté

Siala disse...

Olá Filomena! Pensei muito em ti quando escrevi esta meditação :)
O cavalo pede-te para soltares as redeas, para te deliciares com a liberdade, para viveres com espontaneidade a tua inspiração, e assim expressares a espontaneidade do divino.
O nosso animal de poder pode falar connosco de muitas formas :) não só por palavras. São imagens, sensações, recordações...é uma miríade quase infinita de possibilidades que inclusivamente passa por "mensagens" que nos são entregues nos dias que se seguem :)
Não repitas a meditação para confirmar. Se foi uma imagem forte, então o teu animal de poder manifestou-se, e tu só tens que o incorporar agora. Depois de apreenderes todo o seu poder e teres aprendido o que ele te pretende ensinar, então sim. Repete a meditação e vê o que acontece :)
Beijinho grande!
Namasté

Siala disse...

Amada Maria Izabel!!!
Que testemunho lindo tu nos deixas aqui! E mais do que as palavras que escreves, o sentimento que elas emanam é pura luz! Sim esta meditação é uma jornada á nossa alma esquecida...
Também eu estou a transitar entre energias...e em simultâneo a experienciar a vida com muita intensidade. São muitas lições a chegarem em simultâneo e a energia está realmente tão forte que eu dou comigo atordoada entre realidades!!!
E mais uma vez recebo uma mensagem através das tuas palavras...a chave :) a chave é o símbolo que me foi entregue noutra meditação que fiz, muito poderosa também :)
Um beijo enorme no teu coração!
Namasté

Siala disse...

Adelaide, boa jornada minha querida! Não é necessário seguir a meditação á risca...deixe fluir e deixe-se ir :)
Namasté

Filomena Nunes disse...

Siala querida,

Faz muito sentido na minha vida em que sei, através da astrologia, que a expressão individualista que brota do coração é um objectivo importante! Assim como a liberdade ou libertação!

Vou estar atenta à imagem do cavalo branco que muito me emocionou..

Obrigada pelo carinho e aquele abraço d'Almas <3

Filomena

MARCELO DALLA disse...

Olá queridos!!!!
Estive ausente de manhã... que alegria chegar e ler os comentários de pessoas tão queridas! Responderei um a um, mas deixo um bjo no coração de todos!!!

MARCELO DALLA disse...

Especialmente Gaspas: uma vivência fuandamental e recomendadíssima, eu diria!!!
bjossssssss

MARCELO DALLA disse...

Antonio, amigo querido!!!! Vais encontrar com o Urso, ou ter outras surpresas. Fico feliz que gostou, vc é um grande prestigiador e incentivador deste projeto!!!
abraço!

MARCELO DALLA disse...

Siala: querida, sabe que me diverti muito criando esta ilustração? Os animais são da fauna brasileira! :)))))
bjosssssss

MARCELO DALLA disse...

Arkana: adoraria saber depois o que aconteceu... agradeço a visita e fico muito feliz que tenha gostado!!!
bjosssss

MARCELO DALLA disse...

Maria de Fatima, outra querida!!!! Agradeço a visita, o carinho e a gentileza. Sempre!!!
bjossssssss

MARCELO DALLA disse...

Barbara, que maravilha! Já veio com a resposta... adorei!!!
bjossss

MARCELO DALLA disse...

Astrid: rsrsrsrsrsrsrs Sábio Ancião!!!! Será que vai encontrar os golfinhos????
bjos querida!!!

MARCELO DALLA disse...

Filomena!!! Que lindo!!!! Uma cavalo branco é uma imagem bela e forte.
Estou com a Siala, que sabe das coisas. Assino embaixo de tudo o que ela disse, me passa a sensação de liberdade também.
Grato!!
bjossssss

MARCELO DALLA disse...

Maria Izabel:
Amiga querida, não imagina como amo quando deixa suas palavras aqui, sempre tão amorosas. Estou com a Siala: o sentimento que elas emana é pura LUZ!
Que lind aexperiência está vivendo amiga, fiquei muito feliz em saber.
Eu é que agradeço, de coração!!!
bjosssssss

Hanah disse...

Belissima Experiência !

Grata aos dois .:)

Senti no corpo inteiro :)

Bençãos e Beijos

MARCELO DALLA disse...

Hanah: que bom, querida! Fico feliz em saber... e agradeço também!!!
bjosssss

William Garibaldi disse...

Siala e Marcelo! Deu tempo de vir! rssss! Que lindo tudo isto! Que benção!

Siala, que lindo! Intenso e profundo! Realmente cada um tem o seu modo.. mas este proposto é muito prático!

Vou fazer com calma, e descobrir qual animal de poder é o meu deste momento... o meu animal de poder fixo eu sempre me misturo todo, entre o lobo o urso, a rolinha, e o hipopótamo! Amo todos os animais! rsssss Mas sei que tenho um fixo,... ah tbem tem a coruja! ^.^

Marcelo, eu realmente, acho uma dádiva este Projeto Meditação Ilustrada! E a Ilustração deste ficou soberana! Uma fofura de linda!

Abraços e Beijos de Luz aos dois amigos queridos!


*.*
( )
"

MARCELO DALLA disse...

William querido!!!!
Tava mesmo sentindo sua falta, ia de dar um alô lá no Face e perguntar se tá tudo bem contigo... vc andou sumidinho.
Que alegria ver vc aqui de novo... tô feliz, muita gente falou que vai fazer esta vivência.
Parabéns pra Siala!!!!
Grato pelo carinho de sempre.
abraço

M.B. disse...

Tenho uma dificuldade muito grande com a interpretação do meu animal do poder, pois sou biólogo e mesmo no periodo em que não estou trabalhando com animais, ainda assim, é nato dos meus devaneios e comum em meus sonhos a presença de diversas espécies.
Ha os mais comuns como dromedário e elefante. Mas ha sonhos em que me porco na quantidade de animais que me vem a mente. E tantas vezes sonho dias seguidos com os mesmo bichos.

http://michelle-butt.blogspot.com/

Anônimo disse...

Olá, adorei o texto, fiz a meditação e dois animais correram em minha direção. Achei estranho, fiz a meditação novamente e esses dois animais vieram até mim. Isso é incomum? Fiz algo de errado?

Obrigada ^^

MARCELO DALLA disse...

Olá amigos!
Na dúvida, durante a meditação, a gente pergunta: é vc meu animal de poder? Se a resposta for não, pedimos: então me leve até meu animal de poder!
Simples!!!
Namastê

Anônimo disse...

Oi, sou o anônimo que enviou a pergunta sobre os dois animais de poder. Bem, fiz o que o Marcelo Dalla me sugeriu, e ambos os animais responderam que sim. Os animais eram um urso com uma cobra no pescoço.

Namastê!

Juninho Antunes disse...

Olá tudo bem? Nunca pratiquei meditação, e hoje tenho uma vontade imensa de ter contato com meu animal de poder, quando era criança que viajava para casa da minha avó,sempre via (ou imaginava) através da janela do ônibus, algo como um guepardo, que me acompanhava na ida e na volta. Queria saber se tem algo haver. Hoje fiz a meditação (muito linda),mas não consigo ver nada. E tenho uma dificuldade enorme em diferenciar se realmente estou vendo, ou só imaginando,por conta do meu grande desejo de descobrir. Parabéns pelo blog, peço que por favor que me ajude. Não sei se estou fazendo algo errado... Aguardo ansioso! Muito obrigado.

Cidalia Terra disse...

Muito lindo!!! Toca a Alma.....

Daíla Pereira disse...

Maravilho, vou fazer.Obrigado!!

Unknown disse...

Vou tentar fazer :-) receio "ir" antes de a concluir mas só depois da experiência saberei. Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...