terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A RELAÇÃO ENTRE OS PLANETAS E AS FASES DA VIDA


A tradição diz que há sete idades planetárias do homem, a seguir:

LUA
A primeira está sob o domínio da LUA, que vai desde a concepção até o fim da primeira infância. Podemos ver nitidamente a qualidade lunar do bebê, orbitando a mãe e sugando os fluidos do seu corpo terreno. Assim temos o fluxo e refluxo do dormir e acordar, do comer e excretar, as mudanças de humor tipicamente lunares. É um período em que o ego instintivo se desenvolve e todo o processo de vida é um contínuo “vir-a-ser”.

MERCÚRIO
Depois que os sistemas de manutenção da vida são estabilizados, a pessoa encarnada passa para a fase de Mercúrio – a meninice. Nesta fase acontece o desenvolvimento da inteligência mercurial e a atenção se volta para o mundo exterior. A criança começa a fugir de sua órbita ao redor da mãe em excursões de curiosidade. A fim de descobrir as coisas referentes ao mundo, realiza toda sorte de experiências, tais como pesar, arremessar, mergulhar na água e brincar com fogo. Depois se diverte com jogos, coleciona coisas, interroga sem cessar e investiga tudo o que é estranho e excêntrico.

VÊNUS
Com o advento da adolescência vem a idade de Vênus, com suas poderosas simpatias e antipatias, a preocupação com a atração e a repulsão, o prazer e a dor, o amor e a violência. Vênus não é a deusa do amor, mas da paixão. Só está interessada naquilo que a satisfaz. Se tal não acontece, ela rejeita e às vezes destrói os objetos, agora odiados, da sua paixão. Essa fase perdura até os vinte e tantos anos de idade, quando a maioria das pessoas acasala e procria a geração seguinte.

SOL
O estágio seguinte é o período do Sol. Começa quando a pessoa atinge a culminância física da capacidade do corpo, por volta dos 30 anos. Ao chegar neste ponto, a pessoa já experimentou da vida o suficiente para avaliar seus dotes físicos e psicológicos, suas capacidades e limitações. É quando começa a raiar a verdade sobre sua natureza, pois até agora tudo foi experimentação e possibilidade. O nível do Sol é o começo do próximo estágio, pois é dele que provém a verdadeira missão de vida de uma pessoa. É por isso que a posição do Sol, num signo e numa casa, é tão decisiva no mapa astrológico.

MARTE
O período da Marte acontece quando a capacidade física e psicológica ainda está no seu máximo e a direção de vida está fortemente centralizada. Aqui está a disciplina de Marte aguçando o objetivo de vida. Com freqüência é uma época polêmica, pois o indivíduo é uma força a ser levada em consideração por seus pares competidores e por aqueles que estão ocupando os lugares dominantes na profissão. Ele fará inimigos e terá que lutar para se defender. Terá que tomar decisões das quais dependerão as vidas e os empregos de pessoas.

JÚPITER
O papel de rei generoso naturalmente sucede o de guerreiro. Neste período, associado com a meia-idade, o indivíduo começa a abrandar, pois já não tem mais que defender suas ações ou o reinado que estabeleceu. Com a riqueza de dados e de experiências que adquiriu, estará capacitado para ser mais generoso, expansivo, afável e psicologicamente tolerante. Se a vida o tratou bem (e vice-versa) ele terá compaixão pelos outros. Se não, talvez comece a ser clemente consigo mesmo, ou se torne mal-humorado e econômico em sua generosidade.

SATURNO
A velhice chega sorrateiramente. Esta é a fase de Saturno, o planeta da reflexão e da compreensão. Aqui, o indivíduo passa sua vida em revista e vê, otimista ou cinicamente, o efeito que o mundo teve sobre ele e o seu sobre o mundo. Para a grande maioria, cujos sonhos do ego permanecem irrealizados, o período de Saturno é penoso e sombrio. Nesse derradeiro período a qualidade da vida é revelada àquele que a viveu, os sucesso e fracassos são avaliados. Assim, o desempenho de uma vida inteira é pesado e medido pelas reflexões saturnianas da velhice, antes que a pessoa seja projetada através da morte para os mundos superiores, onde muitas perguntas e enigmas são respondidos num relâmpago cegante de revelação Uraniana.

Observação: Todos nós seguimos essa progressão planetária geral. Mas o que dá movimento a um determinado destino não é somente o desenrolar das sete idades, mas os movimentos contínuos dos planetas à medida que transitam e enviam aspectos à configuração do mapa original de nascimento. É aqui que as tendências do destino podem ser analisadas e preditas (até certo ponto). Este é o estudo das progressões e dos trânsitos astrológicos.

Fonte de pesquisa: ASTROLOGIA CABALÍSTICA – ANATOMIA DO DESTINO, de Warren Kenton (Ed. Pensamento)

21 comentários:

Daniela Scheifler disse...

Um texto melhor do que o outro!!! E em meio à correria, encontro sempre um tempinho pra passar por aqui. Adoro!

beijos e uma profícua lunação pra todos nós!

marcelo dalla disse...

Dani querida!!! Tb adoro te visitar. essa Lunação tem tudo pra ser intensa, com o ingresso de jupiter em Aries logo mais, né não?
bjossssssssssss

angela disse...

Bem interessante.
Vamos marcar a conversa, veja quando acha bom, eu saio de ferias dia 24 até lá estou por aqui, se precisar do meu mapa eu mando pra você.
beijos

marcelo dalla disse...

Angela!!! Volto na quinta pra Sampa. A partir de sexta pode ser quando quiser. Podemos nos falar por email tb. bjosssssssssss

Livinha disse...

OLá Celito!
Muito bom!
Influências, o que nunca duvidei porque passamos.
Para mim sempre uma novidade porque o que mais se cogita é a influência da lua sobre pessoas e no entanto veja, o que creio que está ai as diferenças entre as características de pessoas pra pessoas, mesmo quando as vezes são do mesmo signo, até do mesmo dia e se sobressai as diferenças, porque os anos não foram os mesmos nem as horas nas exposições astrológicas do universo.
O que me deixa mais admirada em você e tantos outros que estudaram a astrologia a compreensão, de tudo isto, quando relativamente a cada pessoa marcada em hora e tempo, a avaliação tem que ser minunciosa, evitando-se erros.
Muito bom Celito, se falei besteira me corrija por favor...

carinhos de beijos
Lindo 2011 pra ti!

Livinha

marcelo dalla disse...

Livinha!!!!!!!! Pensei em vc hoje, estamos sintonizados!!!!!
Li seu comentário e fiz um adendo final no texto. O que pensa está correto.

Na verdade, creiro q os astros apenas mostram e indicam tendências, em sincronicidade com as nossas vidas aqui na Terra. Tudo é orquestrado lá de cima, das dimensões superiores, pela Inteligência Suprema!!!

grande bjo, lindo 2011 pra todos nós!!!!

Livinha disse...

OI Celito,
Que bom que mesmo de nada entendendo, fico feliz por algo haver soprado...
Mas é o certo, o que cismo a pensar e concluir razão de ser e estar. Na verdade somos conduzido exatamente aquele endereço, nada por acaso, que melhor condiz com nossas naturezas intimas...

Grande Celito,
pega mais esta pra ti:
"Transmimento de pensação" rrsrss
em percussão...
Valeu!

Livinha disse...

Ah, perfeito. Ficou excelente a explicação.
Acho que uma nota sempre se faz necessária, por aspectos divergentes, tanto do concreto, como do imaginário ao bom entendimento.
Mto bom.
Você sabe conduzir melhor que ninguém esses feitos...

António Rosa disse...

Marcelo

Sem dúvida que é assim que a astrologia encara as idades do homem. E, como vê, pára em Saturno, o que quer dizer qualquer coisa. Gostei muito.

Bom regresso

António

Astrid Annabelle disse...

Que post maravilhoso!
Como geminiana "raça pura" ainda estou na fase Mercúrio!!!rsssss
Adorei!
Beijo grande
Astrid Annabelle

Daniela Scheifler disse...

Marcelo,

vou te contar, viu? 2011 já começou a milhão, dando uma palhinha do que virá por aí. Júpiter dentro de poucos dias e Urano em março. Daí ng segura :-)

Ah, adoro vir aqui e ficar escutando a rádio.

beijos, beijos!

Li disse...

Super interessante! Sempre tive muita curiosidade sobre astrologia, mas não consegui entende-la até hoje. É muito complexo, muitas conjunções, influencias... affeee!!
Mas um dia eu chego lá!
Beijinhos!
Li

hanah disse...

Adorei,

suscinto e objetivo...

acho tô na fase Sol ... Soldade da minha vida, da minha infancia querida rsrsr.


Sabe Marcelo, lendo o texto, fui me lembrando do filme brasileiro que assisti ontem pela televisão o Divã, como que se a idade dela começasse a partir do momento que ela e entrou no analista...
Uma maravilha.... se não assistiu vale a pena....


Beijão

marcelo dalla disse...

Livinha: é isso mesmo, transmimento de pensação!!!! hehehe adoro!!!!
bjosssssssssssss

marcelo dalla disse...

Antonio: pois é, querido... depois de Saturno vem a fase "trans"! hehehehe
Amanhã volto ao meu ritmo normal!
abraço

marcelo dalla disse...

Astrid: tb tô na fase Mercúrio até hoje. kkkkkkkkkkkkkk
bjos querida

marcelo dalla disse...

Dani: tô preparando supresas pra trilha sonora do blog... aguarde!!!!
e vamo q vamo, amanhã retorno à Sampa!
bjosssssssss

marcelo dalla disse...

Li: astrologia é arte e ciência... além do conhecimento prático, tem tb muito de intuição. É um estudo pra vida inteira!!! Amo!!!
bjossssssss

marcelo dalla disse...

Hanah!!! rsrsrsrsrs soldade da infancia tb. Como é bom ser criança, né? Acho q tô lá até hoje. rsrsrs

Assisti o filme sim, adorei!!!
bjosssssss

Denise Schinetzky disse...

Oi Marcelo!

Amei o blog, me identifiquei com muitas coisas, principalmente Kuanyn e as Pleiades. Agradeço por compartilhar conosco.
Estarei sempre por aqui.

Bjs no coração

Paula disse...

Marcelito, Feliz 2011 !!!!
Minha sábia e guerreira avó já falava "...de 7 em 7 anos nossa vida muda..." Completamentemente sem informacão mas muito sábia aquela mulher !!!
Eu não consegui saber em que fase planetária me encontro, tamanha é minha indefinicão.
Quero colocar meu carro no trilho e conseguir um trabalho este ano, pois minhas reservas já se esgotaram. Tenho ouvido muito falar de sagitário e Peixes. Como sou uma pisciana com ascendente em sagitário, será que vem coisa boa neste sentido pra mim. Dá pra dar uma forcinha ??
Vou tentar ler mais, mas ando neste rítmo de conseguir um extra.
Bjooss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...