quinta-feira, 26 de agosto de 2010

INDÍCIOS CÁRMICOS NO MAPA NATAL


Amigos!
Percebo a cada dia, inclusive pelas pessoas que me procuram, que estamos num momento importantíssimo: todos estão sendo levados a descobrir seu real propósito de vida. É um chamado que muitas vezes acontece através de crises. Como uma sacudida, um "burilamento", que nos tira da zona de conforto para que possamos seguir rumo a algo maior e melhor.

Vale frisar sempre que a Astrologia é uma ferramenta valiosíssima para o autoconhecimento e a expansão da consciência. Nosso mapa natal nos situa. De verdade! Em meus estudos, dois livros pequenos e básicos (mas nem por isso menos importantes) me ajudaram a compreender um pouco mais sobre como a Suprema Inteligência regula as leis do carma na vida de todos nós.


O primeiro deles se chama INDÍCIOS CÁRMICOS DO MAPA NATAL, de Richard Strauss (Ed. Pensamento). Um livro que me surpreendeu quando o li, pois confirmou questões que já intuía ao analisar um mapa astrológico. Como sabemos, tudo no Universo tende ao equilibro. É isso que buscamos em nossas sucessivas encarnações: a MAESTRIA em todos os setores da vida. Neste livro o autor nos mostra como podemos perceber as heranças que trazemos do passado e quais os desafios que nos farão atingir um estado mais harmonioso e equilibrado.

Exemplo: vamos supor que uma pessoa traga heranças muito fortes em seu mapa das características de Áries, Touro e Câncer. Estes signos sugerem qualidades individualistas e materialistas. A pessoa ficou presa em padrões por demais egocêntricos. Tornou-se temerosa, com medo de sair para o mundo. Viveu fechada em sua “concha”, em seu mundinho particular. (Por favor! Não estou dizendo que estes signos são assim. Todos os signos tem polaridades negativas e positivas. Atenho-me às características negativas porque estamos falando de CARMA.) Essa pessoa pode vir agora com o desafio de Libra, Capricórnio e Aquário em seu mapa, que a fará desenvolver um sentido de socialização, mais empreendedor e universal em sua personalidade. As combinações são infinitas.

Basicamente, as posições do Nodo Lunar Sul, da Lua, de Saturno, dos planetas retrógrados e os aspectos planetários mais “difíceis” (quadraturas e oposições) nos trazem as pistas do passado. O Ascendente, o Nodo Lunar Norte, o Meio do Céu, o Sol e demais planetas nos mostram as energias que o indivíduo deve “absorver” em sua caminhada evolutiva.

A Parte da Fortuna (ou Roda da Fortuna) reflete e corrobora as questões mais importantes do mapa. Às vezes indica a herança cármica, outras vezes indica um desafio futuro. Deve, portanto, ser interpretada nos contexto dos outros fatores do mapa. Aliás, as questões mais importantes se confirmam de diversas formas num mapa. Esta é a beleza da Astrologia!


O outro livro (que não deixa de ser um complemento para o anterior) se chama PLANETAS RETRÓGRADOS E REENCARNAÇÃO, de Donald H. Yott (Ed. Pensamento). Nele o autor analisa cada planeta através das 12 casas zodiacais e como sua retrogradação no mapa natal tem influência sobre o caráter das pessoas. Eles nos mostram quais as qualidades que não foram desenvolvidas, como se o indivíduo tivesse “deixado a desejar” naquele setor específico da vida.

“Planetas retrógrados bem aspectados indicam que o nativo, a quem pertence o mapa, desenvolveu esses traços negativos de caráter em apenas algumas existências encarnadas. Ao nativo está sendo dada uma segunda chance – um período de experiência, por assim dizer.

Planetas retrógrados negativamente aspectados indicam que o nativo cometeu os mesmos erros durante muitas existências no passado. Na vida atual, portanto, os desafios são muito maiores, mas eles representam as energias e as oportunidades adequadas para a transmutação.”

Tudo isso me lembra a célebre frase de Chico Xavier: “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”. Para tanto é necessário expandir a consciência de modo a compreender, aceitar e perdoar. Transmutar mágoas e culpas, cultivar amor pela vida, por sua situação atual, pelos desafios presentes no mapa natal. Ele é como um contrato que fazemos em nome de nossa evolução e aprendizado.

Concluo com mais uma frase. Esta de Lama Gangnchen Rimpoche: “Não existem erros, mas sim experiências.”
Sejamos felizes!


Sobre atendimentos astrológicos - detalhes aqui.
Próximos eventos: aqui.

22 comentários:

Sara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sara disse...

Querido Marcelo;
Adorei seu post de hoje.
Não sei se já mencionei aqui, que somos conterrâneos...
Quando estiver na nossa terrinha solicitarei seus estudos.
Bjs.

marcelo dalla disse...

Sara!!! Será um prazer!!!! Já fo lá retribuir a visita, deixei um recadinho.
bjosssssss

Dani disse...

Obrigada pelas dicas, Má. Valeu por compartilhar! :)

Astrid Annabelle disse...

Marcelo! Que maravilha de post. Lindo texto. Sabe, tem momentos como este aqui e agora onde tenho uma vontade de parar tudo o que faço, sentar e só estudar a astrologia....
Vou ver se compro estes livros...não os conhecia.
Parabéns! Amei!
Beijo grande.
Astrid Annabelle

marcelo dalla disse...

Dani: é um prazer maravilhoso poder compartilhar. Que bom que gostou!!!

Astrid: quando escrevo penso nos amigos queridos, se eles vão gostar, se aprenderão algo e terão informações a acrescentar. Vc é um deles, sua opinião é importante pra mim!

Bjos nos corações! :)

angela disse...

Lindo texto, além de claro é muito amoroso.
beijos

António Rosa disse...

Olá Marcelo

Estive a descansar alguns dias, daí a minha ausência.

Adorei o post. Tudo muito bem explicado, como só você consegue com leveza e clareza.

Tenho esses 2 livros na minha estante à vários anos, do tempo em que eu viajava muito e nem sequer tinham sido traduzidos pela Pensamento. Veja só, como sou tão antigo!! :))

Foi uma grande aprendizagem. O meu interesse pela astrologia cármica intensificou-se com o primeiro dos livros. O site da Escola de Astrologia Nova-Lis teve início com base nesses autores eoutros.

Bom fim-de-semana.

Abraço.

Teca disse...

Nossa, perfeito teu post, adoro astrologia cármica!

Tania regina Contreiras disse...

Marcelo, muito esclarecedor seu post de hoje. Os livros indicados parecem ser muito bons, um dia, quem sabe, ainda encontro o tempo e a ocasião certa para aprender um pouco da ciência astrológica, que acho uma chave fantástrica. Olha, estou aguradando um post seu no Caminhos de cura, ok? Será um prazer.
Beijos

Caminhos de cura disse...

Tania regina Contreiras disse...
Marcelo, muito esclarecedor seu post de hoje. Os livros indicados parecem ser muito bons, um dia, quem sabe, ainda encontro o tempo e a ocasião certa para aprender um pouco da ciência astrológica, que acho uma chave fantástrica. Olha, estou aguradando um post seu no Caminhos de cura, ok? Será um prazer.
Beijos

Hanah disse...

Marcelo,
ando numa montanha russa em meus estudos astrológicos e só de ler seu texto me dá vontade de reiniciar.
Grata pela partilha ;).
Bom dia para ti.

Gisela disse...

Posto aqui mas gostaria mesmo de falar sobre seu lindo trabalho com mandalas, sejam aquelas homenageando pintores famosos como as "anônimas". Parabéns!

Falo e falo que desejo ter logo
uma casinha só pra mim mas fico imaginando: vai se tornar um santuário ou terei obrigatoriamente que reservar um quarto (se tiver sobrando!) só pra isso. ;-)))

Aliás, é preciso um especialista em equilibrar energias levando em conta todas as tuas explicações e as da autora Celina para podermos aplicá-las no cotidiano. Não me arrisco a comprar e fazer sozinha. Quem sabe no futuro (é preciso ter a casa, o espaço e o dinheiro reservado) farei isso. Mas.. admirar não custa nada e faz um tremendo bem.

Lindos desenhos! Abraços!

Nancy Passos disse...

Bom dia, Marcelo!!

adorei o post, obrigada por compartilhar!!!

Beijinhos,
Nancy

vanessa. disse...

Marcelo querido!
Que delícia de sintonia...estava dando uma olhadinha nessas questões no meu mapa ontem...
Essa semana tenho observado muito sobre como o karma se apresenta na minha vida. Depois que comecei a estudar o budismo e entendi que o karma, que carrega uma energia de fardo e peso para a maioria, é na verdade constituído de "marcas mentais" que alimentamos em nossas experiências cíclicas, resolvi pesquisar com mais cuidado sobre o tema na astrologia também.
Obrigada pelo compartilhar, sempre!
Tenha um ótimo final de semana,
Beijos!

* Fada * disse...

*Dalla, boa noite !!! *

*Gostei da frase :

Lama Gangnchen Rimpoche: “Não existem erros, mas sim experiências.”

*Boa semana de trabalho para

*Você e todos os teus, meu

amiguinho !!!

*Fiques com Deus !!! *

*Um abraço.

Astrid Annabelle disse...

Olá Marcelo querido!
Este seu blog está um show!!!!!
Você foi citado no meu último post no blog A Dinamica do Invisivel.
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

rogerio disse...

oi marcelo! adorei tudo!!! realmente foi fantastico saber as coisas do meu mapa com um enfoque karmico... algumas coisas apenas confirmaram as minhas experiencias e meditacoes do meu processo de auto-conhecimento! ou seja, nao estava delirando... e tambem pude entender outras no meu processo de elevacao de consciencia! era o meu momento e pronto!!! nada acontece por acaso... Enfim estamos aqui para aprender e a praticar a arte de amar incondicionalmente e sentir a presença e o infinito Amor de DEUS dentro de cada um de nos!

abraços e muita luz de paz e harmonia, rogerio

Ana Blue disse...

Oi Marcelo, boa tarde!
Tanto li como também estudo esses dois livros.Não deixo de ler um só mapa sem consultá-los.Amei seu post.É realmente tudo que penso.
Namastê!_/\_
Ana

Fatima Oliveira disse...

;)

Mirna Leila disse...

Gratidão....sempre! _/\_

Pam disse...

Muito obrigada pelo post! Antigamente tinha até um pouco de raiva pelos aspectos negativos do meu mapa (que são vários) hoje, sou agradecida por essa vida e pela oportunidade de evoluir através desses desafios!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...