sexta-feira, 4 de setembro de 2009

A Epopéia de Veridiana (especial para o VOU DE COLETIVO)

Mil idéias pra participar da blogagem coletiva do Murilo, o VOU DE COLETIVO. O tema do mês passado foi "Cartas de Amor", mas não tive tempo de escrever meu conto. Ele tá aqui, dentro da cabeça... ainda vou passar pro papel, mesmo que o prazo já tenha acabado e o tema já tenha mudado. Esse mês o tema é "Dormir aqui e amanhecer em outro lugar". Instigante, não acha?

Pois aí vai minha história. Já a havia escrito antes. Dei um "tapinha" no final, que ficou mais interessante. É um conto bem humorado, espero que gostem.

A EPOPÉIA DE VERIDIANA

Veridiana e Paulo Alberto iriam tentar sua lua-de-mel pela terceira vez. Por causa dessas inexplicáveis razões do destino, as viagens que planejavam nunca davam certo.

Na primeira vez decidiram conhecer a Escócia. Alugaram um carro e um chalé nas Highlands, mas se perderam em meio a um temporal e tiveram que pedir abrigo no primeiro castelo que encontraram. Por sorte ou azar o castelo era de Paul MacCartney, que mesmo não estando presente deixou Paulo Alberto louco de ciúme a ponto de estragar a viagem, acabar com o romantismo, e quase com o casamento, pois Veridiana era fã número 1 dos Beatles.


Reconciliações em dia, decidiram conhecer Machu Pichu. O avião teve que fazer uma aterrissagem de emergência em pleno pantanal mato-grossense, por falha nos computadores. Saldo do acidente: 15 mortos e 120 feridos. Sobreviveram, jurando que nunca mais pegariam um avião.


Refeito o trauma, era então a vez da terceira e última tentativa: São Tomé das Letras, cidade de natal de Veridiana. Viajavam por uma estrada de terra quando avistaram uma luz intensa, um disco voador! O casal foi abduzido, e qual não foi a surpresa de Veridiana ao encontrar sua própria mãe dentro da nave! Sim, sua própria mãe revelou que Veridiana e Paulo Alberto eram na verdade extraterrestres.


Depois de hibernar por um pequeno período de 300.000 anos-luz, Veridiana despertou num planeta da constelação de Órion, sem se lembrar de nada. Sua memória foi apagada, novas recordações foram implantadas. Ficou sem lua-de-mel, que não faz parte da tradição de seu povo.

13 comentários:

António Rosa disse...

ai, ai, ai... (risos altos)

LOL LOL LOl

Muito bom. Ainda por cima abduzidos por et's, sendo eles também et's. Genial, muito divertido e belíssima postagem.

ri-me com gosto.

Grupo Cero VersoB disse...

Queria comentar o debaixo: caleidoscópio... mas não consegui!
Vai por aqui então:
Lindo, caleidoscópio!
E se pudermos fazer um caleidoscópio de palavras?
parabéns pelo blog,
um abraço,
pelo Versob.

Maria de Fátima disse...

Olá Marcelo, está demais esta história.Fartei-me de rir.Beijocas.

Rosan disse...

Não estou conseguindo parar de rir,
Vão se azarados assim lá na nave de ets.hehheheh
Muito bom mesmo.
Um beijo.

Guilherme Bandeira disse...

Olá,

Muito maneiro, as vezes somos abduzidos por um monte de problemas...e quando descobrimos que eles não são nossos, é como você escreveu, percebemos que não somos daquele mundo, então pra que ter lua-de-mel?...rs

Abraço!

Guilherme Bandeira
www.olhaquemaneiro.com.br
twitter.com/olhaquemaneiro

Ps. Animado pra festa?...rs.

Shin Tau disse...

marcelo

que piadão, estou como o António ihihihihihihih

Cheio de peripécias esse casal, muito bom!

Beijocas

Bia disse...

Ótima história, realmente divertida... ri muito!

Só fiquei com pena da Veridiana, no final... bem que poderiam rever alguns conceitos, e permitir a lua-de-mel que ela tanto desejava!

Muito bom, parabéns!

Hod disse...

Plac..Plac...Plac..Plac.. só com palmas mesmo!!!
Hilário. Divertido !!! Espero que casal viva muitas luas de mel!!

Hod.

angela disse...

Também para que insistir tanto em uma lua de mel, poderiam simplesmente viajar para conhecer lugares e ficarem juntos.
Um ótimo texto com humor perfeito.
beijos

ANORKINDA disse...

hauhuuhuhauhuha

vc só pode ser um ET

huhauhuhua

marcelo dalla disse...

Anorkinda, se bobear eu sou mesmo. rsrsrsrsrsrs
bjo

Kyria disse...

Final surpreendente mas podia ter tido ao menos a Lua de Mel ne, coitados!
Bjs

.Lis disse...

Depois de tantos desenlaces a lua de mel seria um fracasso! rsrsrs
Conto adorável, situaçoes esdruxulas e divertidas. Gostei demais.
Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...