segunda-feira, 17 de agosto de 2009

O CAMINHO DO MAGO – Deepak Chopra

Existe um Mago dentro de todos nós.

Esse Mago tudo vê e tudo sabe.

O Mago está além dos opostos da luz e das trevas, do bem e do mal, do prazer e da dor.

Tudo que o Mago vê tem suas raízes no mundo invisível.

A natureza reflete o estado de alma do Mago.

O corpo e a mente podem adormecer, mas o mago está sempre desperto.

O Mago possui o segredo da imortalidade.

A volta da magia só pode acontecer com o retorno da inocência.

A essência do Mago é a transformação.

A volta da magia só pode acontecer com o retorno da inocência.

A essência do Mago é a transformação.


Quem sou eu?

É a única pergunta que vale a pena ser feita e a única que jamais é respondida. É seu destino desempenhar uma infinidade de papéis, mas esses papéis não são você.O espírito não é localizado, mas deixa atrás de si uma impressão digital que chamamos de corpo.


Um Mago não acredita ser um evento localizado que sonha com um mundo maior. Um Mago é um mundo que sonha com eventos localizados.


Os Magos não acreditam na morte. À luz da consciência, tudo está vivo! Não existem inícios ou fins. Para o Mago, eles não passam de elaborações mentais. Para viver mais plenamente, é preciso morrer para o passado. As moléculas se dissolvem e se extinguem, mas a consciência sobrevive à morte da matéria na qual ela viaja.


A consciência do Mago é um campo que existe em toda a parte. As correntes de conhecimento contidas no campo são eternas e circulam eternamente. Séculos de conhecimento estão comprimidos em momentos reveladores. Vivemos como ondulações de energia no vasto oceano de energia.


Quando o ego é posto de lado, temos acesso à totalidade da memória. Quando as portas da percepção forem purificadas, você começará a enxergar o mundo invisível: o mundo do Mago.


Existe dentro de você um manancial de vida onde você pode purificar-se e transformar-se. Purificar-se consiste em livrar-se das toxinas da sua vida: emoções tóxicas, pensamentos tóxicos e relacionamentos tóxicos. Todos os corpos vivos, físicos e sutis, são feixes de energia que podem ser diretamente percebidos.


O Mago vive num estado de conhecimento. Esse conhecimento dirige sua própria realização. O campo da consciência se organiza ao redor das nossas intenções. O conhecimento e a intenção são forças. O que você pretende muda o campo ao seu favor. As intenções comprimidas em palavras envolvem o poder mágico.


O Mago não tenta solucionar o mistério da vida. Ele está aqui para vivê-lo.


Todos possuímos um eu-sombra que é a parte da nossa realidade total. A sombra não está presente para magoá-lo e sim para mostrar-lhe onde você está incompleto. Quando a sombra é abraçada, ela pode ser curada. Quando ela é curada, ela se transforma em amor. Quando você puder viver com todas as suas qualidades opostas, você estará vivendo seu eu total como o Mago.


O Mago é o mestre da alquimia. A alquimia é a transformação. É através da alquimia que você começa a busca da perfeição. Você é o mundo. Quando você se transforma, o mundo em que você vive também será transformado.


As metas da busca – o heroísmo, a esperança, a graça e o amor – são a herança do intemporal.


Para invocar a ajuda do Mago, você precisa ser forte na verdade, sem ser teimoso no julgamento.


A sabedoria está viva e é, portanto, sempre imprevisível. A ordem é outra face do caos, o caos é outra face da ordem. A incerteza que você sente interiormente é a porta de entrada para a sabedoria. A insegurança sempre estará com o que busca: ele continua a tropeçar, mas nunca tomba.


A ordem humana é feita de regras. A ordem do Mago não tem regras: ela flui com a natureza da vida.


A realidade da sua experiência é uma imagem especular das suas expectativas. Se você projetar as mesmas imagens todos os dias, sua realidade será a mesma todos os dias. Quando a atenção é perfeita, ela cria ordem e clareza a partir do caos e da confusão.


Os Magos não lamentam a perda, porque a única coisa que pode ser perdida é o irreal. Mesmo que você perca tudo, o real permanecerá. No cascalho da devastação e do desastre estão enterrados tesouros ocultos. Quando você examinar as cinzas, examine bem!


Na medida em que você conhece o amor, você se torna o amor. O amor é mais do que uma emoção. Ele é uma força da natureza e, portanto, tem que conter a verdade. Quando você pronuncia a palavra amor, você pode captar o sentimento, mas a essência não pode ser proferida. O amor mais puro situa-se onde é menos esperado: no desapego.


Além de andar, sonhar e dormir, existem infinitas esferas de consciência. O Mago existe simultaneamente em todas as épocas. O Mago enxerga infinitas versões de cada evento. As linhas retas do tempo são na verdade fios de uma teia que se estende em direção ao infinito.


Os buscadores nunca se perdem, porque o espírito está sempre acenando para eles. Os buscadores recebem continuamente pistas do mundo do espírito. As pessoas comuns chamam essas pistas de coincidências. Não existem coincidências para o Mago. Cada evento existe para expor outra camada da alma.


O espírito deseja conhecê-lo. Para aceitar esse convite, você precisa deixar cair suas defesas. Comece a procurar em seu coração. A gruta do coração é o lar da verdade.


A imortalidade pode ser vivida em meio à mortalidade. O tempo e o intemporal não são opostos. Por abarcar tudo, o intemporal não tem opostos.


No nível do ego, nos esforçamos para resolver nossos problemas. O espírito percebe que o problema é o esforço. O Mago tem consciência da batalha entre o ego e o espírito, mas compreende que ambos são imortais e não podem morrer. Cada aspecto seu é imortal, até mesmo as partes que você julga com mais severidade.


Os Magos jamais condenam o desejo. Foi seguindo seus desejos que eles se tornaram Magos. Todo desejo é criado por algum desejo passado. A cadeia do desejo nunca acaba. Ela é a própria vida. Não considere nenhum desejo inútil ou errado: um dia cada um deles será realizado. Os desejos são sementes que esperam o momento propício para germinar. A partir de uma única semente de desejo, florestas inteiras se desenvolvem. Acalente cada desejo do seu coração, por mais trivial que ele possa parecer. Um dia esses desejos triviais o conduzirão a Deus.


O maior bem que você pode fazer ao mundo é tornar-se um Mago!

(Texto retirado do livro O CAMINHO DO MAGO – Deepak Chopra)

(A ilustração é um auto-retrato de anos atrás)

14 comentários:

adriana disse...

Amei o Mago ilustrado!
Ilustrado vem de Luz, não?
:)

Rosan disse...

É a mais pura verdade.
A vida não começa no berço e não termina no tumulo.
O mago vive em todos os mundos e em todos os tempos.

Ps.Ficaste muito bem ilustrado de mago, combina com tigo.
Um beijo.

marcelo dalla disse...

ë mesmo, Adriana! Dentro de ilustrado tem a Luz!!!
Rosan, fiz um estudo de mandala florida, vou postar já!!! Fiz pensando em vc.
bjossssss

Fabiano Mayrink disse...

que chique a ilustraçao em rs, vou confessar sao 2:25 da manha e fiquei com preguisa de ler o texto, otro dia leio! "risos".

abraços!!!

Ana Cristina disse...

Marcelo, lindo....e o auto-retrato nem se fala :-)

marcelo dalla disse...

Fabiano, é um texto muito bom... vale a pena ser lido. Quando estiver mais animado, experimente. rsrsrs
abraço

marcelo dalla disse...

Ana Cristina, já falei que adoro seus artigos, né? :)
bjos

Livinha disse...

Cosciência, compreensão, purificação, evolução....
A trajetória é longa e o endereço está grafado nas palavras de Jesus...
Caminho, verdade, vida...
Parabéns meu caro amigo, Deus abençoe a sua travessia, as nossas travessias e que alcancemos a total compreensão de tudo e nos determinemos a seguir...
Grde beijo pra ti
Bom Dia!!

Livinh@__

marcelo dalla disse...

Livinha, Jesus foi Mago-Mor!!!!!! Parabéns a vc tb, por sua fluidez.
bjossss

KÁTIA BUENO disse...

Marcelo,
Amo este livro do Deepack Chopra! É o meu livro de cabeceira há alguns anos... simplesmente maravilhoso!
Quanto ao auto-retrato, achei o máximo você vestido de uma roupa de estrelas... lindo!!!
E falando em arte, acabei de voltar do Hotel Ponto de Luz; você conhece lá? Neste final de semana estava tendo exposição de mandalas lá do artista Alex D'angeli (alexdangeli.blogspot.com). Fui até visitar o atelier dele, que fica ali pertinho, bem no alto da serra da mantiqueira. Puxa, você já pensou em expor os seus trabalhos lá? Pense nisso ;-)
Beijos e uma semana de muita luz pra você!

Alexandre Ferreira Gaspar disse...

Todos temos um mago dentro de nós, basta descobrir e liberta-lo.

Mas em uma sociedade descrente, dificilmente as pessoas param para desenvolver e usar sua espiritualidade/mediunidade para si e para o bem dos outros.

Bem, o jeito é fazer sua parte,,,,,de parte em parte alcaçamos um belo conjunto....

Adorei o auto retrato....rsrsrrs, faz um meu....rsrsrrsrsrsrs.

braços....tts

Maria Izabel Viégas disse...

Marcello, lindo, lindo, lindo.
Aliás , mago-mor, o que faz que não é belo.
amei o texto...a alquimia é o viver e o morrer,é o ser para sempre!
A nossa vida é uma experiência alquímica, é a magia que nos sustenta,que nos realimenta a alma. bem, assim a sinto.
E que belo mago ficaste na ilustração.
És demaaaaais!
beijos, querido mago!

Sonia disse...

Snifff...!!!Que texto mais profundo e lindo.Ainda não tinha lido.
A frase abaixo me arrepiou!
"Não existem coincidências para o Mago. Cada evento existe para expor outra camada da alma".
Que texto maravilhosooo...!Me fez refletir algumas coisas.
Bjsss...

magali castilhos disse...

Eu amei este livro! Na verdade ele estava guardado há algum tempo e agora quando fiz a releitura, percebi com maior clareza que tudo tem o tempo certo para acontecer...
Assim que terminei de ler, emprestei para uma amiga que também adorou.
Estou viciada nesse autor, tenho lido tudo que posso, ele é maravilhoso.
Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...