terça-feira, 28 de julho de 2009

As Dimensões de nossa Galáxia




Por conta do post em que eu falei sobre a sexta dimensão (leia aqui), muitos amigos me perguntaram sobre as outras. Quantas dimensões existem? Citei as definições de Bárbara Hand Clow (que canaliza o pleiadianos) e de Tashira Tashi-ren (que canaliza o arcanjo Ariel). Segundo o próprio arcanjo, em nossa galáxia é usado um modelo de 12 dimensões, que não é o mesmo para outras galáxias.

Pois outro dia estava assistindo a um documentário da BBC intitulado "Universos Paralelos" sobre as últimas descobertas da física quântica... e não é que os físicos já comprovaram matematicamente a existência de 12 dimensões? (Veja documentário aqui - é um pouco longo, mas interessantíssimo).

Atendendo a pedidos, aproveito a ocasião para deixar as definições resumidas de todas as dimensões. Copio trechos da fantástica astróloga Bárbara Hand Clow (sou fã) em dois livros: ALQUIMIA DAS NOVE DIMENSÕES e AGENDA PLEIADIANA (Ed. Madras). Também trechos da mensagem do arcanjo Ariel canalizado por Tashira Tashira Tachi-ren no livro O QUE É CORPO DE LUZ (Ed. Pensamento). Interessante notar como as informações dos dois autores se complementam.

Vamos começar pelo nosso amigo arcanjo. Ele diz: “Usamos um modelo de doze dimensões e vocês, que habitam um corpo físico, existem na terceira dimensão, que se baseia na matéria. A quarta dimensão, chamada plano astral, baseia-se sobretudo nas emoções. Juntas, essas duas dimensões formam o que chamamos de Mundo Inferior da Criação. Essas são as dimensões onde o jogo da separação se realiza. Essas são as únicas dimensões nas quais a ilusão do bem e do mal prevalece e nas quais é possível sentir-se separado do espírito, bem como dos outros seres humanos. Todos vocês se tornaram muito bons nesse jogo. Foi um jogo de separação muito bem sucedido, mas agora é hora de acabar com ele. Portanto, este planeta encontra-se em processo de ascensão e atualmente está vibrando nos níveis mais baixos do plano astral. Como parte do processo de ascensão, todas as dimensões se fundirão com as dimensões superiores e deixarão de existir. (…)

A quinta, a sexta, a sétima, a oitava e a nona dimensão formam o Plano Intermediário da Criação. De acordo com o modelo que usamos, a quinta dimensão é a do Corpo de Luz, na qual vocês têm consciência de si mesmos como mestres e seres multidimensionais. Na quinta dimensão, vocês estão inteiramente voltados para a espiritualidade. Muito de vocês vieram deste plano para se tornarem Obreiros da Luz aqui.

A sexta dimensão detêm as matrizes dos padrões de DNA para a criação de todos os tipos de espécies, inclusive a humana. Ela é constituída sobretudo de cores e tons e é também onde as Linguagens da Luz são armazenadas. É a dimensão na qual a consciência cria através do pensamento e é também um dos lugares que vocês visitam enquanto dormem. (…)

A sétima dimensão é a da criatividade pura, pura Luz, puro tom, pura forma e pura expressão. É o plano do aperfeiçoamento infinito e é o último plano em que vocês se vêem como “indivíduos”.

A oitava é a dimensão da mente grupal ou espírito grupal e é onde vocês têm contato com a maior parte do que são. Ela é caracterizada pela perda do senso do “eu”. Nas viagens através das múltiplas dimensões, essa é aquela em que vocês têm mais dificuldade para manter a consciência individual, uma vez que se tornam puramente “nós” e atuam em propósitos grupais.

De acordo com o modelo que usamos, a nona dimensão é o plano da consciência coletiva dos planetas, sistemas estelares, galáxias e dimensões. Nessa dimensão também é extremamente difícil manter o senso do “eu”, uma vez que a pessoa torna-se tão ampla que abrange tudo. Imaginem-se como se fossem a consciência de uma galáxia! Vocês contém todas as formas de vida, estrelas, planetas, bem como a mente grupal de todas as espécies existentes nela.

A décima, décima primeira, e a décima segunda dimensões formam o plano superior da criação. A décima é a fonte dos Raios, morada do que chamamos Elohim. É onde são traçados novos planos de criação que depois são enviados para os níveis intermediários da criação. O senso do “eu” pode ser preservado neste nível, mas não é exatamente o mesmo senso que se está acostumado a ter na terceira dimensão.

A décima primeira dimensão é a que antecede a formação da Luz – o ponto anterior à criação e um estado de expectativa enorme, exatamente como o momento que antecede o espirro ou o orgasmo. É o plano do ser conhecido como Metraton, bem como dos Arcanjos e outros Akáshicos planetários e Akáshicos galácticos, bem como do Akáshico de todo um sistema de origem. Portanto, estamos lhe dando a descrição de apenas um sistema de origem – este aqui. Se vocês forem a outro sistema de Origem, tudo será diferente. Como um arcanjo, meu lugar de referência é a décima primeira dimensão.

A décima segunda dimensão é o Ponto Um, onde toda consciência vê a si mesma como sendo totalmente una com Tudo Que Existe. Não há nenhuma espécie de separação. Se vocês entrarem em contato com este nível, terão a sensação de que são inteiramente unos com Tudo Que Existe, com a força do Criador. Se vocês entrarem em contato com essa força, jamais serão os mesmos, uma vez que, a partir do momento que conhecerem a unidade, não poderão mais manter o mesmo nível de separação.”

Maravilhoso, não? Agora dou a palavra para Bárbara Hand Clow. Ela só vai até a nona dimensão, mas suas definições (volto a repetir) são muito parecidas:]

Primeira dimensão – o núcleo de cristal de ferro da Terra, que é a gravidade
Segunda dimensão – reino telúrico entre o núcelo de cristal de ferro da Terra e a superfície da Terra, onde existem forças e seres elementais
Terceira dimensão – é a dimensão holográfica na qual vivemos, presos no espaço-tempo lineares
Quarta dimensão – a dimensão astral, o reino polarizado de forças arquétipas que interagem com a Terra
Quinta dimensão – a vibração de amor da Terra, que é guiada pelos Pleiadianos (e tão bem explicada no blog Monólogo Amoroso)
Sexta dimensão – a forma do corpo de luz do mundo sólido tridimensional. Todos os objetos físicos são idéias que residem na bibliotecta da sexta dimensão e, por meio de seus processo de pensamento, são geradas as formas de luz geométricas que criam realidades. Para a Terra, esse reino é guiado pelo sistema estelar de Sírius.
Sétima dimensão – linhas de comunicação para o pensamento puro. Para a Terra, a sétima dimensão são as vias de informações galácticas de luz, os cinturões de fótons que são guiados pela Galáxia de Andrômeda.
Oitava dimensão – organização estrutural da inteligência da Terra, conhecida como Federação Galática, que é guiada pelo sistema estelar de Órion.
Nona dimensão – realidade unificada que entrelaça todas as frequências mais sutis. Esse plano de vibração é o Centro Galáctico, dirigido pelos Enoquianos.

Para finalizar segue o endereço do site de Bárbara - http://www.handclow2012.com/ - Se alguém quiser complementar com mais alguma informação, indicar livros, etc, eu agradeço!
Sejamos felizes!

8 comentários:

Rita disse...

Dalla, querido!

Parece incrível, mas toda vez que me interesso por um assunto, em questão de horas vc publica alguma coisa aqui no seu blog sobre isso. Estou lendo nesse momento um artigo sobre as sobreposições da realidade e todas as possibilidades/dimensões possíveis. E esse mesmo documentário que vc citou chegou pelas mãos de um amigo até as minhas nesse final de semana! Fiquei animadíssima agora pra assistí-lo e logo!
Valeu por todos os post, vc é incrível!

Obrigada!
Beijocas!

marcelo dalla disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhh sincronicidades maravilhosas por todos os lados. Isso é maravilhoso, Rita! Fico muito feliz, obrigado por suas palavras. Bjos

António Rosa, José disse...

Marcelo, gosto destes artigos. Parabéns. Aprende-se muito.

marcelo dalla disse...

Pois é, amigo. esses artigos mais longos e com informações mais específicas pouca gente comenta.
Mas destina-se a quem realmente está interessado no assunto. Fico feliz q gostou, sua opinião conta muito!

António Rosa, José disse...

Marcelo

Pois é, amigo. Também sei disso. A espiritualidade ainda é vista como assunto cor-de-rosa, com muita 'ilusão'. (risos)

Zeca Maurício disse...

Bárbaro! Grato pelas palavras tão bem colocadas. Assim, fica fácil compreender a física quântica... Por favor, continue a nos brindar com revelações dos Mistérios da Vida. Beijo.

marcelo dalla disse...

Zeca querido, é um prazer imenso compartilhar!!!!! bjo

clareando as idéias... disse...

Você escreve muito bem, Marcelo! Eu confesso que tinha um pouco de preguiça de entender esses mundos todos, mas ficou muito claro e simples. Agradeço

!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...