terça-feira, 12 de maio de 2009

A FADA DO NOVO MUNDO

Enquanto você dorme, ela surge no jardim.
Exala um perfume diferente de tudo o que já sentiu,
Bate as asas, rodopia, pisca os olhos.
Seus pensamentos provocam uma brisa leve e quente -
São pequenas bolas de fogo
Que a seguem por entre as árvores.

Enquanto você baba em seu lençol sintético,
Ela aparece contra os primeiros raios da manhã
E toca em frações de segundo as raízes da eternidade.
Caleidoscópio de cores mergulhadas:
Um espírito dentro de um espírito, dentro de outro espírito.
Seu sangue fosforescente pinga nas folhas e no chão
Gotas de um antigo êxtase, mais antigo que a morte.

Enquanto você sonha um sonho de plástico,
Ela vem e traz a realidade mágica da natureza.
Levanta-se pelo ar e passa sem fazer barulho
Numa sutileza tão marcante quanto doce.
Imita por um lado as nações celestes,
Por outro lado a terra seca e ávida de sua luz.

Enquanto você acha que nada acontece,
Ela trabalha nua e transparente, diante do sol.
As flores de seu corpo trazem a força da tristeza e da alegria,
Lágrimas, virtudes e inspirações numa ardente confusão.
Seu silêncio anuncia o dia
Que é mágico só pra quem consegue percebê-la.

Você pode se oferecer para ser fisgado,
Arrebatado, enlouquecido por ela.
Ou continuar no tumulto das sombras,
A absorver o gosto amargo do concreto.
Enquanto você dorme, os porões se enchem de água…
O tempo é escasso antes das trevas, portanto, não demore.
Ou ela se vai, levando sua chance de felicidade.

14 comentários:

Fatima disse...

Que lindo Marcelo!
Ilustração? Já está na minha coleção!!!Rsss
Muitos bjs pro cê!

António Rosa disse...

A ilustração é espectacular e o poema muito sensível. Gostei. abraço.

Cris disse...

sem palavras...
Ilustração belíssima, e texto melhor ainda!
Deixa na gente essa vontade de ser arrebatado...quem n quer isso?
beijos e bom dia para vc!

adriana disse...

Parabéns, Marcelo!
Sabe o que eu sinto?
Por onde passeio percebo que surge uma nova categoria de poemas, contos, crônicas...
Aquela que vai além do amor romântico... com Nova Energia como conteúdo.
Interessante!
A&L

Maria de Fátima disse...

Olá Marcelo o poema é lindo demais e a ilustração maravilhosa.Beijinhos.

Gisele disse...

Gostei viu Marcelo, texto e imagem bem legais!:)
Gi

Paulo Braccini disse...

parabéns Marcelo mais uma vez perfeito... adooooro isto...

marcelo dalla disse...

Adriana!!! eu tb sinto isso. Há um novo tema q paira no inconsciente coletivo. O tema do novo mundo!!!!

EVELIZE SALGADO disse...

Oi, Marcelo, seja muito bem-vindo!!!
Fiquei duplamente honrada, ao te receber e, agora, ao te seguir!!!
Te convido a pegar o selinho de luz, para iluminarmos muitas outras caminhadas.
Bjinhosssssssssss

Kyria disse...

Marcelo, lindíssimo poema.
Mas,todas as manhãs trazem a oportunidade do recomeço, da vitória, da renovação da energia, da alegria, da força do querer.Bjs

marcelo dalla disse...

Tem razao Kyria!!! Apenas quis passar a idéia da urgência do depertar para a natureza versus artificialidade. bjos

Kyria disse...

Você tem razão, se este despertar for demorado não haverá o quê fazer e isto é contra tudo o que eu acredito,mas certas atitudes são definitivas não é mesmo?Bjs

Fabiano Mayrink disse...

Que lindo texto Marcelo, parabens!

Tina disse...

Estou chocada!
Marcelo,eu já te falei do meu sonho?Eu era uma fada,uma luz brilhante, na madrugada encontrei outras "luzes" e volitamos até uma aldeia de pescadores.Nessa aldeia,as pessoas estavam muito tristes e desanimadas com a pesca escassa.Então, o nosso trabalho era levar luz e esperança para o povo que estva dormindo...Fizemos isso e ao amanhecer, aguardamos a auro e os primeiros raios solares...Eu fiquei para sentir o "calor" de Deus!!E acordei em êxtase!
Acredita amigo...
Muito interessante esse poema...
bjos de luz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...