quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

AS ENERGIAS ASTRAIS DE MARÇO


Por todo o mês de março teremos o bom aspecto entre Júpiter e Plutão, que nos convida ao mergulho dentro de nós mesmos para perceber padrões e crenças negativas que precisam ser transformados. Quais as mudanças já promovemos? O que ainda é necessário mudar?

Esse aspecto favorece os processos de autoconhecimento. Nesses mergulhos, há grande potencial para encontrarmos tesouros dentro de nós. Há grande potencial de regeneração e cura também. Ao adquirirmos mais clareza e consciência do que é melhor pra nós, o Universo conspira a nosso favor e a abundância nos sorri.

A nível coletivo, esse aspecto indica um aquecimento da economia e favorece a recuperação de prejuízos. Favorece os grandes negócios, as exportações e importações, as transações financeiras. No dia 9, Marte entra na jogada formando um grande trígono e dinamizando ainda mais as negociações. Estaremos mais corajosos e confiantes. No dia 12, Vênus se une a Júpiter e aumenta todas essas possibilidades. Sem dúvida, serão dias de expansão e lucros.

Do dia 2 ao dia 6, O Sol em Peixes e opõe a Marte rx em Virgem e Vênus em Áries se opõe a Saturno rx em Libra (rx = retrógrado). Estes aspectos indicam que as pessoas estarão mais egocêntricas. Não é um bom período para novas parcerias. Nem para desperdiçar dinheiro com futilidades. Melhor economizar, preservar os rendimentos. Estas duas oposições lançam alguns desafios:
- Equilibrar a necessidade de autonomia com os compromissos que já foram assumidos. Vale lembrar: a nossa liberdade termina quando começa a do outro.
- Equilibrar a vontade de sonhar e dar asas à imaginação com o peso da rotina, dos horários, das necessidades práticas do cotidiano.

Mercúrio ingressa em Áries no dia 3. A comunicação fica mais ágil e espontânea. Podemos tomar decisões e atitudes rápidas, ir direto ao ponto para solucionar o que for preciso. Atenção: Vamos aproveitar a primeira quinzena do mês para agilizar o que for preciso, pois a partir do dia 13 Mercúrio fica retrógrado e só voltará ao movimento direto no dia 4 de abril. Aí já viu, tudo fica mais lento. A atenção ao lidar com documentos e informações deve ser redobrada. Período desfavorável para viagens e assinaturas de contrato. Caso sejam necessárias, o cuidado deve ser muito maior. Qualquer comunicação importante deve ser formalizada, porque o que for decidido só na conversa não se confirma.

Vênus ingressa em Touro no dia 4 e se harmoniza com Netuno (até o dia 9). Excelente período para as artes, para cultivarmos beleza em todos os sentidos. Em alta o cinema, o glamour, os romances, o encantamento perante a vida. Fica mais fácil cultivar o bem-estar nesses dias. Vale caprichar na imagem, no charme e na simpatia. E cultivar a espiritualidade também, pois inspiração não faltará.

Na segunda quinzena, Sol, Mercúrio e Urano se unem, favorecendo mudanças de todo o tipo. Muitos "chutarão o balde" nesses dias para decretar independência e correr atrás do que há tempos já ansiava. Vale cuidar para evitar rompimentos desagradáveis e desnecessários. É tempo de rever, de quebrar padrões, de revolucionar. De dar uma cara nova pra tudo o que estava estagnado. O Sol ingressará em Áries no dia 20, inaugurando um novo ano astrológico. A lunação Ariana virá no dia 22. Serão dias de muita coragem para novas iniciativas. Mas voltaremos a falar sobre isso na devida ocasião.

Sejamos felizes!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

OS SETE PRINCÍPIOS BÁSICOS DO CONHECIMENTO por Hermes Trimegisto


"Primeiro - O PRINCÍPIO DO MENTALISMO
A mente é tudo. O Universo é mental. Por sobre tudo aquilo que conhecemos há o plano de um Espírito Maior que não podemos conhecer. Ele é a Lei. O Todo-Poderoso está em tudo!

Segundo - O PRINCÍPIO DA CORRESPONDÊNCIA
Como é em cima, é embaixo: como é embaixo, é em cima. Tudo se corresponde. As mesmas leis que atuam sobre o homem atuam sobre uma lagarta ou uma estrela. Assim como os astros se deslocam no céu seguindo um princípio inteligente, assim é com nossas vidas. Devemos interagir em relação ao universo que nos cerca com sabedoria. Então, cumpriremos o plano divino.

Terceiro - O PRINCÍPIO DA VIBRAÇÃO
Nada descansa, tudo se move. Nada desaparece, tudo se transforma. Há vida em tudo, pois tudo possui energia!

Quarto - O PRINCÍPIO DA POLARIDADE
Tudo é dual. Tudo tem dois pólos. Os opostos são idênticos, da mesma natureza, porém em diferentes graus. Os extremos se tocam.

Quinto - O PRINCÍPIO DO RITMO
Tudo flui, fora e dentro. Tudo tem subidas e descidas, assim é a vida. O ritmo compensa e mantém o equilíbrio. O sábio deve saber comandar os ciclos vitais, seguindo seu fluxo, nunca violentando-os. Ele sabe que tudo possui sua época e que a balança oscila de acordo com o peso específico de cada ação. O sábio deve ser puro equilíbrio.

Sexto - O PRINCÍPIO DA CAUSA E EFEITO
Qualquer causa tem seu efeito. Qualquer efeito tem sua causa. Tudo acontece de acordo com a Lei. Nada escapa dela. A cada ação devemos antever sua reação. Assim seremos sábios em nossas decisões e promoveremos a paz e a felicidade entre os homens!

Sétimo - O PRINCÍPIO DO GÊNERO
Tudo tem seu princípio masculino e seu princípio feminino. O gênero se manifesta em todos os níveis da existência. Todo espírito é co-criador. Algumas vezes somos pai, outras mãe, logo o potencial criador está dentro de cada um.

(...) Este fabuloso resumo das leis de Deus é chamado de 'A Tábua de Esmeralda', porque estes princípios valem mais do que todas as esmeraldas do mundo!"

Trecho do livro AKHENATON - A REVOLUÇÃO ESPIRITUAL DO ANTIGO EGITO de Roger Bottini Paranhos. Livro fantástico que estou lendo, recomendadíssimo. Recomendo também a leitura da entrevista que Roger concedeu ao Dalla Blog - aqui.
Sobre Hermes Trimegisto e a Tábua de Esmeralda - aqui.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

MAGIA PARA ATRAIR UM AMOR


Olá amigos!
Hoje compartilho um exercício que Miriam Nunes  propõe em seu livro MAGIA DO TAROT DE MARSELHA (Ed. Alfabeto). Achei muito interessante e simples de executar, farei também. Seria bom depois trocarmos experiências, pra saber se deu certo! Diz Miriam em seu livro:

"Eu não poderia deixar de ensinar um exercício que recomendo há mais de 20 anos com sucesso absoluto. Providencie nove velas cor-de-rosa para serem acendidas durante nove terças-feiras consecutivas. Na ocasião, faça uma oração que seja do seu agrado. Em seguida, descreva o tipo de homem/mulher que você deseja no seu caminho. Todas as qualidades desta alma deverão ser explicitadas, podendo até serem escritas numa folha de papel.

Não cite nomes, apenas qualidades e características. Nenhuma frase deve ser escrita no negativo, uma vez que nosso subconsciente não saberá decifrar, transformando-a em afirmativo. Por exemplo: "Não beba". No subconsciente ficará registrado: "Beba". Por este mesmo raciocínio você deverá dizer "que beba apenas socialmente" ou "que tenha muito cabelo" ao invés de "não seja careca", e assim por diante.

Se por um acaso você esquecer uma terça-feira, deverá pular três terças-feiras e começar do início. O esquecimento é sinal de que não havia ninguém no seu campo magnético que pudesse fazê-lo(a) feliz naquele momento."

Sejamos felizes!

domingo, 19 de fevereiro de 2012

DICAS ASTRAIS PARA O CARNAVAL


PARA TODOS OS SIGNOS: SEJAMOS FELIZES!!!!

Independentemente de qualquer posição planetária, que cada um aproveite seu tempo com o que lhe traz satisfação, prazer e bem estar. Com consciência, sem loucuras desmedidas, brigas e abusos generalizados. Devemos nos lembrar sempre que colhemos o que plantamos e que a satisfação não está lá fora, está dentro de nós. A alegria, a brincadeira, o bom humor, a festa, a celebração, devem ser cultivados todos os dias em nossas vidas, não só no carnaval. Coisinhas básicas!!!

O Jornal Destak, para o qual escrevo a coluna de horóscopo só sai de novo na próxima quinta-feira. Portanto, voltaremos com as dicas astrais só nesse dia. Até lá, falaremos de outros assuntos. Tô indo pra Minas, continuarei postando de lá.

 Um beijo no coração de todos!

sábado, 18 de fevereiro de 2012

PIERRÔS, COLOMBINAS E ARLEQUINS


Olá amigos!
Hoje compartilho lindas ilustrações de pierrôs, colombinas e arlequins, herança da Commedia Dell'Arte para as festas de carnaval. As ilustrações foram garimpadas do Deviantart e estão devidamente creditadas. 

Este post é uma homenagem ao romantismo, ao clima ingênuo e gostoso das antigas e tradicionais festas, quando as pessoas genuinamente "brincavam" o carnaval. 

"Arlequim está chorando pelo amor da colombina no meio da multidão." Sai dessa, arlequim! Sejamos felizes! :)


















sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

CASAS NA ÁRVORE


Olá, amigos!
Compartilho uma seleção de casas incríveis construídas nas árvores. Meu grande sonho e acredito que o sonho de muita gente é ter uma dessas. Está decretado: um dia ainda terei uma casa na árvore!
Quer construir uma? http://www.casanaarvore.com
Enjoy!






















JUNG E AS MANDALAS



Carl Gustav Jung estudou a mandala e a utilizou em seu consultório. Constatou que seus pacientes melhoravam ou relaxavam com o uso da mesma. Ele dizia que as mandalas poderiam trabalhar a Psique, atuando no processo de autoconhecimento do cliente.

Ele  descobriu que as mandalas expressavam conteúdos interiores do ser humano. No seu estudo das manifestações do inconsciente, seus pacientes produziam de forma espontânea desenhos de mandalas, sem saber o que ela é ou o que estavam fazendo. Ele dizia que isso tende a acontecer com pessoas que progridem no seu processo de autoconhecimento e individuação.

Ficou muito interessado no símbolo mandálico taoísta chamado A Flor de Ouro, dizia que era um material trazido frequentemente por seus pacientes.

A Flor de Ouro é desenhada tanto como um ornamento geométrico regular, ou de cima, ou um borrão crescendo de uma planta. A planta com freqüência nasce da escuridão, possui cores ardentes e tem um botão de luz no topo.

Jung publicou um livro chamado “O Segredo da Flor de Ouro”, junto com Richard Wilhelm




Quando começou a  estudar as mandalas e sua manifestação no mundo oriental como instrumento de culto e de meditação, passou a desenhá-las. Observando-as no mundo ocidental, descobriu o efeito de autocura que elas exerciam, inclusive em si mesmo.

Em seguida, passou a utilizá-las como método psicoterapêutico. E conclui que esses círculos mágicos da tradição cultural oriental, hinduísta ou budista, eram representações instintivas de um símbolo universal desenhadas desde os primórdios da humanidade.

A mandala nas tradições culturais hinduísta e budista-tibetana, aparece como instrumento de concentração mental.  O termo mandala, em sânscrito, indica “círculo” e ocorre para designar, de maneira genérica, uma figura circular, esférica, o círculo em um quadrado e vice-versa.  Foi Jung que introduziu o conceito de mandala na psicologia analítica.

Portanto, as mandalas podem expressar um potencial para a totalidade, como procede nas tradições religiosas hinduísta e budista-tibetana, podem ser empregadas como instrumento de concentração e como um meio para unir a consciência individual com o centro da personalidade.

Mandala na tradição hinduísta
A mandala tradicional hinduísta faz parte do ritual de orientação e do espaço sagrado central, que são: o altar e o templo. Ela é a passagem de um estado para outro, ou seja, do material ao espiritual. Seu centro é uma entidade; sua periferia é a perfeição. É um instrumento visual para a concentração ou meditação  que conduz à realização das formas sobrenaturais que se encontram na mandala.

Mandala na tradição budista
Essas figurações concêntricas das mandalas são imagens dos dois aspectos que são complementares e idênticos à realidade: o aspecto da razão original, que é inata nos seres humanos (e que utiliza imagens e idéias do Mundo material, ilusório) e o aspecto do conhecimento terminal produzido pelos exercícios físicos e mentais que são adquiridos pelos Budas (Iluminados) e que se fundem uns com os outros, na intuição do estado da mais alta felicidade possível, chamado Nirvana. Admite-se que esse estado mental é de grande liberdade e espontaneidade interior em que a mente humana goza de tranqüilidade suprema, pureza e estabilidade.

Mandala na tradição tibetana
Jung descobriu que as mandalas na tradição budista tibetana derivam do conhecimento religioso dos lamas. Essa expressão, lama, significa guru, na tradição hinduísta, mestre. Nesse sentido, os lamas consideram a verdadeira mandala uma imagem interior que, gradualmente, é construída nos momentos de equilíbrio psíquico perturbado ou quando um pensamento não pode ser encontrado e deve ser procurado, porque não está contido na doutrina sagrada.

Mais informações sobre mandalas aqui.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

AFIRMAÇÕES DE LOUISE HAY PARA A AUTOESTIMA


Olá amigos!
Hoje compartilho valiosas afirmações de Louise Hay para fortalecer nossa autoestima. Pra quem ainda não sabe, as sinapses (interações entre os neurônios que formam os pensamentos) criam caminhos viciosos no cérebro, formando crenças arraigadas. Muitas dessas crenças não negativas e limitantes. Elas se manifestam em nossas vidas, inconscientemente buscamos situações para reforçá-las. 

Portanto, praticar essas afirmações é necessário para que haja uma reprogramação mental. Vale escolher uma, duas ou três e repeti-las sempre. No início, mesmo que você não acredite no que está dizendo, continue a repetir. Estará plantando uma semente que irá brotar, crescer e dar frutos. Um dia irá se surpreender ao perceber que, ao dizê-las, estará realmente acreditando no que diz!

"Eu atuo da melhor forma possível em todas as situações."

"Escolho me sentir bem comigo mesmo. Mereço o amor que sinto por mim."

"Sou capaz de me cuidar sozinho. Reconheço e uso meu próprio poder."

"Eu me respeito e me faço respeitar."

"Não importa o que os outros digam ou façam. O que importa é como escolho reagir e o que escolho acreditar a meu respeito."

"Respiro fundo e me permito relaxar. Meu corpo inteiro se acalma."

"Sou amado e aceito exatamente como sou, aqui e agora."

"Vejo o mundo pelos olhos do amor e da aceitação. Tudo está bem no meu mundo."

"Minha autoestima é alta porque respeito a pessoa que sou."

"Liberto-me de qualquer necessidade de luta ou sofrimento. Mereço tudo o que é bom."

"Minha vida fica melhor a cada dia. Anseio pelo que cada novo momento trará."

"Eu sei quem sou e não preciso provar meu valor a ninguém."

"Hoje, nenhum lugar, pessoa ou coisa pode me irritar ou perturbar. Escolho estar em paz."

"Sou um ser radiante, que aproveita a Vida ao máximo."

"Sei que sou capaz de encontrar a solução para cada problema que eu possa vir a criar."

"A Vida me apóia de todas as maneiras possíveis."

"Meus pensamentos de saúde, otimismo e amor se refletem nas minhas experiências."

"Ando pela Vida sabendo que estou seguro, protegido e guiado pelo Divino."

"Aceito os outros como são e, em troca, eles me aceitam."

"Sou uma pessoa maravilhosa e me sinto muito bem. Agradeço por minha vida."

"Este é o único momento que viverei hoje. Escolho aproveitá-la ao máximo."

"Tenho a autoestima e a confiança necessárias para avançar pela vida com facilidade."

"O melhor presente que posso me dar é o amor incondicional."

"Eu me amo exatamente como sou e não exijo nada de mim para me amar."

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

EXERCÍCIO DE MAGIA


Olá amigos!
Compartilho um exercício de magia muito simples e fácil:
"Prepare um ambiente colocando em cima de uma mesa um pano branco, um copo d'água, uma vela branca acesa, uma faca e um cristal, representando assim os 4 elementos. No meio da mesa coloque a carta do MAGO do Tarot (pode ser uma imagem impressa da internet).

Sente-se confortavelmente em frente à mesa assim arrumada. Relaxe, feche os olhos. Inspire pelas narinas. Retenha a respiração. Expire pelas narinas. Retenha o ar fora dos pulmões (repita 3 vezes este movimento respiratório).

Concentre-se em um desejo que quer ver realizado. Segure uma vareta de incenso com a mão direita após acendê-lo na vela e diga:
- Assim como transformo fogo em cinza, vou transformar meu desejo... em realidade!

Coloque o incenso na mesa e deixe-o queimar. Permaneça por 5 minutos em estado meditativo, depois abra os olhos."

Execício retirado do livro MAGIA DO TAROT DE MARSELHA, de Myriam Nunes (Ed. Alfabeto).


Dicas:
- Não faça pedidos que envolvam o livre-arbítrio de terceiros.
- Peça algo que esteja em conformidade com sua missão, vocação, algo que possa trazer prosperidade para si e para as outras pessoas.
- Este ritual pode ser feito em qualquer dia, mas penso que o melhor período seja na Lua nova, o período mais fertil... quando sementes, ideias, intenções tem mais chance de germinar.

Sejamos felizes!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O QUE É SER MAGO

ilustração daqui

O MAGO é um ser que se dedica ao estudo de seu interior e das Leis que regem toda a Natureza, elevando-se através da contínua prática de exercícios, até alcançar a Unidade com Universo. O mago é senhor do seu destino. Viver, para ele, é sobretudo um ato de AMOR. 


Um mago trabalha em conexão com todas as dimensões. Estuda o oculto, recebe as mensagens do Cosmos, lê o destino através dos astros. Utiliza as cores, os cristais, as plantas, as flores ou apenas as mãos para curar. Um mago cultiva o equilíbrio do corpo, da mente e do espírito, harmoniza-se com Anjos e Fadas.


Qualquer pessoa pode se tornar um mago. Mas nunca será mago quem é desequilibrado, ou quem cultiva mágoas e rancores. Não é mago o político corrupto, nem o preconceituoso, nem o médico que busca a riqueza pela medicina, nem o repórter que coloca o sucesso acima do sofrimento alheio. Não é mago quem destrói a natureza, muito menos o empresário que tem escravos ao invés de colaboradores.


Quem pretende se tornar mago apenas pelo poder que isso proporciona, pode mudar de ideia antes que se decepcione! Aprender magia apenas para impressionar os outros não é alquimia, é mera vaidade pessoal. O Poder está nas coisas simples, na reforma íntima e diária, no amor que somos capazes de projetar ao universo, na paz que proporcionamos a nós mesmos e aos que se aproximarem.


Mago é o cientista de mente aberta, o pesquisador que busca a cura das doenças. É quem tem coragem de ser pioneiro, de sonhar e trabalhar pela Nova Era que se descortina...


Um mago sabe que Deus é masculino e feminino. Sabe que bem e mal são as duas faces da mesma moeda. Não adota posturas fanáticas ou dogmáticas, porque sabe que a verdade é como a natureza: está sempre se transformando. Um mago sabe que amor, criatividade, alegria e beleza são naturais para quem encontrou o caminho, por isso se expressa através das artes.


Um mago tem coragem de se olhar no espelho para encarar suas próprias sombras. Não tem medo de quebrar suas próprias algemas. Busca incansavelmente o saber, a luz do conhecimento. Ser mago não é só saber fazer de vez em quando um ritual mágico, é fazer do dia-a-dia um ritual de amor.


Ser mago não é julgar, mas providenciar o espelho para aqueles que também querem se curar e encontrar a real felicidade. É mostrar o caminho da certeza de cada um. Mago é o que tem poder para e não poder sobre. A grande magia é descobrir que o poder maior está no sentimento humano. 


No Tarot, a carta do Mago representa o início da caminhada espiritual. Indica sempre que algo novo está a começar. O Mago ergue um pequeno bastão para o alto, captando energia e dirigindo-a para baixo, com a outra mão. É como se ele fosse o elo entre as energias divinas e o mundo material. Na caminhada espiritual, o Mago representa o ponto de partida e a necessidade de canalizar vibrações superiores para poder realizar uma evolução.


A primeira carta do Tarot mostra a essência do ser. O Mago-menino representa o espírito, expressa os dons e as potencialidades que já nascem conosco. Seus símbolos representam os instrumentos que todo ser humano traz para se inserir no ambiente e cumprir a sua missão, que é exercer sua especialidade, seus talentos. Ou seja, o Mago indica que temos tudo o que precisamos para realizar nossa tarefa como seres humanos. E cabe a nós nos mobilizarmos para a ação.


Um mago transforma, transmuta. Para os antigos, mago era aquele que desenvolvia poderes chamados "sobrenaturais": voar, fazer-se invisível, fabricar o ouro. Mas a verdadeira magia não é nada espetacular e nem nada assombroso. A maior alquimia está em transformarmos a nós mesmos. 


A primeira lição do Mago: a vitória da Vontade Maior sobre os desejos inferiores do ego. No dia em que aprendermos isso, seremos magos completos.


"MAGIA: a ação consciente da Vontade sobre a vida." Papus


Sejamos felizes!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...