domingo, 6 de novembro de 2011

SOBRE A RAZÃO DA EXISTÊNCIA E O PROCESSO DE AMADURECIMENTO INTERNO


Olá queridos!
Hoje compartilho um texto de Ricardo Luiz De Bom Maria, do Centro de Voluntários do Comando Ashtar. Faz parte do MANUAL PARA A TERRA COM VISTAS AO PROCESSO DE TRANSIÇÃO PLANETÁRIA. Por sinal, um manual importantíssimo, que vale conhecer.

Gosto de textos assim, sucintos e que dizem tudo! Vamos a ele:


"Todo ser nasce de sua origem divina com a missão única de reconhecer-se totalmente de forma consciente como Criador Absoluto. Para isso, inicia uma longa jornada de descidas ao mundo da forma física, e nos vários Reinos da Natureza, de variados orbes. Aos poucos é testado quanto as suas capacidades. O ser deve aprender a viver sem destruir de forma nociva e a usar toda a sua capacidade criativa, que é Divina, para a evolução do Cosmos.

Desse modo, somos todos na verdade engenheiros cósmicos. Cada vez mais vamos aprendendo a construir e reciclar os mundos e suas energias. Para tanto, o ser deverá ter total domínio-primeiramente, do seu próprio universo, que é a sua consciência. Deve aprender a lidar com os pensamentos, usando essa energia tanto para o seu desenvolvimento como dos seus semelhantes. Deve, do mesmo modo, aprender a lidar com as emoções, e conjugá-las com a razão sem embaraços. Isso cada ser vai aprendendo a fazer ao longo de sucessivas encarnações.

Com esse processo de vivências no mundo da forma, o ser internamente vai amadurecendo para as Leis Cósmicas, e percebe que agir contra Elas, em nada ajudará o seu desenvolvimento rumo a patamares mais evoluídos. Atualmente o ser humano sofre muitas influências de seus corpos da emoção, e muito raramente tem sabedoria suficiente para utilizar a sua razão, ou seja, seus corpos mentais, em auxílio aos corpos emocionais. Isso gera um descompasso generalizado na energia do ser, dificultando a sua conexão com o seu núcleo interno, detentor da Verdade Única.

Deve ser, desse modo, intenção consciente de cada um, desenvolver maturidade e não mais permanecer escravos das emoções, ou das perturbações mentais. Para isso o ser deve antes de tudo permanecer em retidão, no silêncio interno, e ir promovendo o amadurecimento de seus corpos emocionais e mentais. Esses devem trabalhar em conjunto, em plena harmonia e não se contrapondo um ao outro. E mais do que isso, no curso desse amadurecimento, tais corpos devem alinhar-se com um corpo mais sutil, o Espiritual. Esse sim deve comandar todos os outros corpos, até que um mais sutil do que o próprio espiritual assuma o comando.

Aqueles que permanecem sob o domínio do corpo emocional, estão irrevogavelmente fadados ao sofrimento. O amor nada tem a ver com esse corpo, o emocional. A não ser o amor mundano, repleto de apegos e medos. O verdadeiro amor, da entrega e da ajuda, advém de corpos mais sutis e da própria mônada, livre de qualquer tipo de apego ou medo.

MANUAL PARA A TERRA COM VISTAS AO PROCESSO DE TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

10 comentários:

BarbaRove disse...

blog lindo!

MARCELO DALLA disse...

Valeu, querida!!! O seu tb é. Seja bem vinda.
bjosssssss

Astrid Annabelle disse...

Agradeço a dica Marcelo. Gostei.
Agora...essa mandala está demais!!!LINDÍSSIMA!
Beijo grande
Astrid Annabelle

MARCELO DALLA disse...

Querida!!! Tb gostei muito dessa... sabe que pensei em vc? Sei que gosta de zaul. Nós 2 gostamos! :)
Valeu, amiga!!!
bjossss

Clara disse...

Marcelo, esse último parágrafo fala tudo mesmo.
A gente sempre liga o amor ao sofrimento, e não é nada disso.
Amor não se explica, se vive! (alguém disse isso, rsss)

Boa semana pra vc!

EME disse...

Sim, é isso....e não é nenhuma utopia é simplesmente SER o que se É sendo.

MARCELO DALLA disse...

Clara: nisso consiste todo o nosso crescimento: deixar de sofrer!!!!
bjosssssssss
boa semana pra ti tb!!!

MARCELO DALLA disse...

EME: Tb acredito nisso... é uma busca!!!
Grato pela visita!!!!
Bjos

walkiria rocha disse...

Sou super fã de suas mandalas
Texto coeso e repleto de sentido
Namastê
Walkiria

Pam disse...

Olá Marcelo, tudo bem? Obrigada pelo texto, só uma coisa que eu não entendo: se estamos aqui é por que o próprio universo escolheu assim, então essa nossa responsabilidade em evoluir e também nossos erros não podem ser reais ou considerados nossa "culpa". O que você acha disso? Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...