domingo, 13 de janeiro de 2013

VOCÊ QUE VEIO DAS ESTRELAS por Wagner Borges


"Você, que veio das estrelas e deu o grande mergulho no mundo de matéria.
Você, que veio das estrelas e, com o sacrifício de sua própria origem cósmica, se abrigou num invólucro de carne.
Você, que veio das estrelas e abandonou a realidade universal para habitar o mundo de ilusões.


Você, que veio das estrelas, e que agora sente-se estranhamente só, esqueça-se de tudo e entregue-se aos apelos de sua voz interna. Ouça o que ela tem para lhe dizer, que nada mais é tão importante, nem mesmo os compromissos com que o mundo tenta distrair sua visão cósmica.


Descobrirá que, na verdade, não está só, que são muitos os seus irmãos das estrelas que para cá também vieram para estender a mão e amparar com ombros fortes os passos da humanidade desta difícil época de transição.


Será fácil reconhecê-los, palavras não serão necessárias, e nem mesmo será preciso saber seus verdadeiros nomes.
Saberá encontrá-los pela afinidade de suas energias, pelo chamado de seus corações e pela profunda identificação com seus sentimentos.


Você, que veio das estrelas, sente agora no canto mais íntimo de sua alma, que chegou o momento de encontrar, na Terra, a sua família universal, que chegou o momento do reconhecimento, que chegou o momento da reunião de todas as forças para a realização da missão única de que todos se incumbiram, antes de aqui chegarem.


Abra seu coração, acorde sua consciência adormecida, apalpe seu ser interior, deixe que ele fale, acima de tudo, acima do mundo, acima de todos os conceitos que não lhe permitem existir em toda a sua potencialidade cósmica.


Você, que veio das estrelas, que é todo luz e é todo força, libere-se, que chegou o tempo de abrir as portas para uma nova era.


Você, que veio das estrelas, eterno viajante do espaço, compartilhando agora com tantos outros irmãos uma experiência tridimensional e difícil, não se deixe mais perder em momentos inúteis que lhe trazem apenas solidão, não se deixe mais seduzir pelas falsas luzes do asfalto, assuma sua personalidade cósmica, estenda seus braços e, num único abraço, envolva sua grande família, sua imensa família universal e todos juntos, com plena consciência da unidade de sua origem, cada qual com a sua parcela de colaboração, cumprirão com alegria e coragem o maravilhoso trabalho de conscientização da humanidade para este novo milênio!"

Texto de Wagner Borges: Nascido no Rio de Janeiro, em 1961; autor de vários livros e colaborador de revistas da temática espiritual; conferencista e fundador do IPPB – Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas


YOU WHO CAME FROM THE STARS
Wagner Borges*

You, who came from the stars and took the big plunge into the world of matter.

You, who came from the stars and with the sacrifice of his own cosmic origin, is housed in a package of meat.

You, who came from the stars and left the universal reality to inhabit the world of illusions.

You, who came from the stars, and now feel strangely alone, forget everything and indulge in the pleas of your inner voice. Listen to what she has to tell you that nothing is so important, even with the commitments that the world tries to distract his cosmic.

Find that, in fact, is not alone, that there are many stars of his brothers also came here to reach out and support with strong shoulders in the footsteps of humanity in this difficult time of transition.

It will be easy to recognize them, words are not necessary, and will not even need to know their real names.

Know to find them by the affinity of their energies, called by their hearts and deep identification with their feelings.

You, who came from the stars, now feels more intimate in the corner of his soul, that it is time to find on Earth, its universal family, the time has come the recognition that the time of the meeting of all forces to the realization of the unique mission that everyone took care before arriving here.

Open your heart, wake up your sleeping consciousness, feel your inner being, let him speak, above all, above the world, above all concepts that are not allowed to exist in all its cosmic potential.

You, who came from the stars, that is all is all light and power, release is that it is time to open the door to a new era.

You, who came from the stars, eternal space traveler, sharing now with so many other brothers and difficult a three-dimensional experience, do not get more lost in useless moments that bring you only loneliness, do not be seduced by the false lights over the road, take cosmic personality, extend your arms and embrace a single, involving her large family, his great universal family and all together, in full awareness of the unity of its origin, each with its share of the collaboration, meet with joy and courage wonderful work of awareness of humanity to this new millennium!

* Wagner Borges: born in Rio de Janeiro in 1961, the author of several books and contributor to the magazines of the subject spiritual speaker and founder of IPPB, – Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas.

8 comentários:

Maria Izabel Viégas disse...

Meu anjo,
juro que quis ler o que o Wganer escreveu, pesar de já ter lido...
Mas quem consegue ler uma só letrinha, com esta coleção divina de mandalas.
Ó Senhor, abençoa meu amigo por espalhar tanta beleza.
Ah, querido, eu sei que vim das estrelas, mas meu lugar é aqui... por que sei?
Sempre, desde pequena sentia saudades do não sei onde.
Já me disseram, e eu confiei no mensageiro.
E, vezes, não me adapto a esta matéria tão bruta que me faz a cada dia viver a enfrentar desafios , dos quais preferia o meu coração pisciano ... distância.
Este planeta além de provas e expiações, é como li em Rebelião de Lucifer( de Benitez) um planeta decimal. estamos em quarentena, somos experiências... Tomra que sejamos um sucesso!
beijos beijos beijos

MARCELO DALLA disse...

Amiga Izabel querida!
Entendo como se sente e eu tb me sinto assim. Somos amigos que se encontraram exatamente como fala o texto da Wagner...
Eu creio que vai dar tudo certo, eu creio no projeto humano da Terra. Apesar de às vezes olhar pra algumas barbaridades e pensar: - Ai, meu Deus, que atraso! Por que ainda existe isso? Por que ainda preciso conviver com isso?....
Grande bjo no coração!

Astrid Annabelle disse...

Ficou linda esta reunião de mandalas com o texto do Wagner Borges.
Também já conhecia...mas junto com as suas mandalas ficou perfeito meu querido Marcelo!
Beijo grande , agradecido, e tenha um lindo dia de domingo...
Astrid Annabelle

JOSHAUMBRA M Nunes disse...

Querido Marcelo, adorei esta tua criatividade como sempre, colocar estas belas mandalas entremeando a mensagens, ficou magnifico, eu adoro mandalas, e sempre que voce as publica, tambem repasso aos meus leitores, continue amigo e parabens por mais esta tua iniciativa, pois criatividade tu tens de sobra....estou te seguindo no twiter, apesar de não acessá-lo muito, mas hoje eu te achei lá, o meu blog não me deixa tempo, abraços de luz e muito amor emano para voce....JO

Rita Draper Frazão :: Xuca disse...

Que bonito Marcelo, obrigada pela partilha. É isso mesmo!

Katia disse...

Oi Marcelo!

Não sei me perdia nas palavras, ou nas mandalas!!!

Não conhecia o texto... obrigada por tanta beleza! Bjs

Anônimo disse...

nossa esse blog é demais!!

Angelo Tribuzy disse...

As mandadas são lindas, mas o texto é da escritora Marcia Villas-Bôas, escrito em Petropolis, 1999.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...