domingo, 6 de janeiro de 2013

O SIMBOLISMO DO CISNE - Texto e Ilustrações


Assim que nasceu, Apolo foi levado para o país dos Hiperbóreos num carro puxado por cisnes de uma brancura imaculada. O cisne macho se torna o acompanhante permanente do deus da beleza, da música e da poesia. Da Grécia à Sibéria, da Ásia Menor aos povos eslavos e germânicos, uma vasta mitologia celebra o Cisne, cuja brancura, vivacidade e graça constituem uma verdadeira epifania da luz. 


Mas, assim como existem duas colorações para o cisne, a branca e a negra, a luz também nos é apresentada de duas formas: a do dia, solar e masculina, e a da noite, lunar, oculta e feminina. Na medida em que encarna uma ou outra, o simbolismo da ave de Apolo nos remete a uma ou outra direção. Sintetizando as duas (o que é freqüente) o cisne se torna andrógino e se reveste ainda mais de magia e mistério sagrado.


O cisne é em muitas tradições o símbolo da mulher e da virgem dos céus que em contacto com a terra e com a água dá origem aos seres humanos. Em outras tradições, como na Sibéria, o cisne é masculino e fecundador e por isso saudado com orações pelas mulheres que os avistam no princípio da primavera. 


Ao observá-los na natureza, podemos deduzir muitos significados. São aves intimamente ligadas à água. A água é o símbolo de fluidez, intuição, sonho, emoções, criatividade. Além disso, vive em harmonia entre três dos quatro elementos. Caminhando sobre a terra, voando a grandes alturas no ar e flutuando através das águas com elegância magnífica. 


Uma rápida lista de palavras a que a imagem do cisne nos remete:
Amor
Graça
União
Pureza
Beleza
Sonhos
Balanço
Elegância
Parceria
Transformação


No Oriente, o cisne também é símbolo da música e da poesia, para além de representar a coragem, a nobreza, a prudência e a elegância. Na Índia, o cisne é montado pelo deus Brahma e simboliza a elevação espiritual. Na tradição celta, os espíritos do outro mundo regressam ao mundo dos vivos sob a forma de cisne. São os cisnes também os responsáveis por trazer as crianças ao mundo em muitas tradições. 


Os casais de cisnes simbolizam fidelidade eterna, já que se unem para toda a vida e nunca substituem o companheiro morto. O canto dos cisnes é associado às juras de amor eterno e imortal. Quando o cisne desliza sobre as águas dos nossos sonhos podem trazer mensagens do amor romântico e um lembrete das bênçãos encontradas em nossos relacionamentos.


Os celtas notaram sua natureza transitória em seus padrões de migração. Como animal solar, o cisne representa a glória do surgimento de um novo dia, assim como a despedida de uma fase da vida, com o pôr do sol. Vemos os temas da transformação e da incorporação divinas no mito grego em que Zeus (Júpiter no panteão romano) se transformou em um cisne para saciar sua paixão incontrolável por Leda.


O cisne também simboliza transformação no famoso conto do Patinho Feio, de Hans Christian Andersen. Após crescer sob a discriminação dos patos por ser diferente, o patinho feio e desengonçado se afasta. No final da história vê sua imagem pela primeira vez refletida na água e descobre que tinha se "transformado" em num belíssimo cisne. 


Esse conto nos lembra um potencial inerente de glória, poder e beleza. Nos encoraja a ter fé e perseverança, rumo ao nosso direito inato de felicidade.


O Lago dos Cisnes” é um balé dramático em quatro atos do compositor russo Tchaikovsky, com o libreto de Vladimir Begitchev e Vasily Geltzer. Conta a história de amor entre um príncipe e uma jovem enfeitiçada.


No baile de aniversário dos seus 21 anos, o príncipe precisa escolher entre as convidadas uma para ser sua noiva. No entanto, ele prefere comemorar com os amigos. Durante uma caçada o príncipe chega a um lago repleto de cisnes e, quando está pronto para atirar, ele vê os pássaros se transformarem em princesas. Elas estão sob um feitiço que só será quebrado quando um jovem lhe jurar fidelidade à meia-noite. Ele se apaixona por uma das jovens, para quem se declara e convida para o baile, para apresentá-la como sua noiva. Mas ela não vai. Desesperado, ele volta ao lago e encontra sua amada. Juntos se jogam no lago e quebram o encanto.


O tempo de vida do cisne é de aproximadamente 25 anos, e segundo a crença popular ele emite um lindo canto ao pressentir a proximidade de sua morte. Foi daí que surgiu a expressão “canto do cisne” como metáfora para as últimas realizações de uma pessoa. 


As ilustrações foram selecionadas do site DEVIANTART e estão devidamente linkadas às páginas de seus respectivos autores.

4 comentários:

Rodrigo Serafim disse...

Estou emocionado, adoro cisnes, eles fazem parte do meu imaginário e me sinto muito ligado às lendas que os envolve.E diretamente ou não você acabou atendendo a um pedido que fiz em um post sobre as corujas.
Obrigado Marcelo. :)

Astrid Annabelle disse...

Nossa Marcelo!!! quanto encanto! quanta magia!!!
Encantei-me de fato...totalmente arrebatador este seu post.
Um beijo grandão e super agradecido..sim temos que agradecer à quem espalha belezas neste mundo!!!
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Marcelo,

Um post muito belo.

Lindo.

Exclente.

Quase-perfeito.

A.

Sara Arte disse...

Não conhecia este simbolismo dos cisnes, esta fantastico e as imagens sao magnificas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...